2017/01/26

Wine 2.0 chega com suporte para o Office 2013 e 64-bits nos Mac


O Wine tem sido o melhor amigo de todos os que necessitam de correr programas Windows em Linux, e finalmente está disponível a versão 2.0 que vem com inúmeras melhorias.

O Wine (famoso pelo seu acrónimo recursivo "Wine Is Not an Emulator") é um sistema que actua como tradutor das funções Windows, permitindo que programas escritos para Windows possam ser executados em Linux, macOS e BSD. Em vez de se recorrer a uma máquina virtual com Windows (que ocuparia bastantes mais recursos), ou a um emulador (que teria um desempenho reduzido), o Wine permite que a maioria dos programas e jogos possam funcionar com desempenho idêntico, ou até superior, do que teriam no próprio Windows.

O Wine 2.0 vem com bastantes melhorias, passando a suportar o MS Office 2013, programas de 64-bits nos Mac, suporte para mais placas gráficas, melhorias no Direct3D, DirectDraw e DirectX, suporte melhorado no copy-paste e no drag & drop, etc. etc.

De agora em diante o Wine espera seguir um ciclo anual de desenvolvimento, pelo que no próximo ano deveremos ter direito ao Wine 3.0 (não excluindo as melhorias e correcções que forem sendo feitas ao longo do ano.)

1 comentário:

  1. Tentei instalar o Office 2013 e não consegui mas também não perdi muito tempo nem fui tentar usar o playonlinux. O office 2010 por exemplo é um dos exemplo de uma aplicação Windows fica, nalgumas coisas mais rápida. Com toda esta abertura por parte da M$ nos últimos anos, até porque é sem dúvida a grande aplicação da M$, só falta o office ser nativo para linux.

    ResponderEliminar

[pub]