2017/05/23

Android Go continua a ser um Android O "completo"


O futuro Android Go que trabalhará bem em smartphones de custo ultra-reduzido vem abrir novos horizontes para a plataforma da Google, mas importará também referir de que se continua a tratar da mesma plataforma, e não de um novo sistema que contribuiria para a fragmentar.

O anúncio do Android Go no Google I/O, concebido para funcionar bem em smartphones com hardware limitado (menos de 1GB de RAM), foi bem recebido, mas importará clarificar de que não se trata de mais uma variante do Android: o Android Go continua a ser um Android O completo.

O Android Go não será uma versão diferente do Android, mas apenas um conjunto de afinações feitas ao Android O de modo a funcionar melhor em dispositivos bastante mais modestos. Por exemplo, teremos algumas das habituais animações desactivadas logo de origem, e também será dada prioridade a apps optimizadas, como o YouTube Go (já disponível na Play Store).

Dito de outra forma, o Android Go continuará a ter total acesso a todas as apps para Android, sem qualquer limitação (a não ser poderem ficar demasiado lentas devido ao hardware do equipamento); e todos os restantes Android poderão aceder às app optimizadas Android Go...

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]