2017/06/08

Amazon acaba com cloud ilimitada


Depois de ter usado o espaço ilimitado na cloud a preço super-atractivo como chamariz, a Amazon considera que a missão foi cumprida e coloca um ponto final nessa modalidade.

A Amazon disponibilizava o seu Cloud Drive ilimitado por um preço de $59.99/ano, com uma modalidade ainda mais interessante para quem só quisesse guardar fotos e vídeos, por $11.99. O ano passado a Amazon mudou as regras e acabou com esta versão do espaço ilimitado para as fotos, que passou a ficar disponível apenas para subscritores do serviços Prime. Uma medida que poderá ter empurrado alguns dos clientes para a modalidade de espaço ilimitado para tudo... que agora chega ao fim.

A Amazon acaba com a modalidade de espaço ilimitado, complicando a vida a todos os que estavam a usar o seu serviço para guardar terabytes e mais terabytes de dados.

A partir de agora as modalidade serão de 100GB de espaço por $11.99*/ano, 1TB por $59.99 (que passa a ocupar o anterior patamar do ilimitado) com a opção de ir até 30TB de espaço máximo por $59.99/ano por cada TB adicional - mantendo-se os 5GB de espaço gratuito para todos os que adiram ao serviço. Ou seja, um cliente que actualmente tivesse 30TB de espaço ocupado e que pagava $59.99 por ano, teria que pagar $1800/ano para manter os seus dados lá.

Os actuais clientes do serviço ilimitado que tenham menos de 1TB ocupado serão automaticamente migrados para a nova modalidade de 1TB pelo mesmo preço, no final do seu período de serviço; os que tiverem mais de 1TB serão reencaminhados para a página de gestão de espaço onde poderão escolher a modalidade que pretenderem, tendo 180 dias para regularizarem a situação antes que a Amazon comece a eliminar os seus conteúdos (começando pelos mais recentes) até chegar ao limite de espaço.


Com estas alterações o serviço da Amazon torna-se bastante menos atractivo; e ainda menos para quem o usava essencialmente para guardar fotos e vídeos (que só se torna apelativo para membros do Amazon Prime). Lembra-nos também dos riscos de confiar, ou ficar dependente, de serviços na cloud - mesmo nos de grandes empresas, como a Amazon - pois, como se vê, podem mudar de ideias a qualquer momento.

10 comentários:

  1. Raios partam estes gajos... Até estava contente com o serviço 60€/ano deles mas agora não sei se vou manter. Tenho menos de 1TB de ficheiros mas quando atingir esse limite o valor deixa de compensar... Alternativas???

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Parece que é verdade a brincadeira acabou, pior de tudo é que migrei todos os meus TB para lá acabando de vez com arquivos em servidor "físico" de clientes de 2010 em diante até 2016 e faço edição de vídeo DVDs olha o montante de TB que tive que perder meu tempo enviando, e agora vou ter que comprar novamente HDs para baixar e armazenar meus arquivos.
    Sei que muita gente vai dizer "más não ficasse com os discos físicos mandasse tuto para as nuvens e sem backup".
    Sim fiz isso porque meu servidor estava começando a dar problemas em vários discos então decidi optar pela nuvem e desligar o servidor de vez.
    Olha se tratando de NUVEM "desisti" nunca mais, primeiro quando assinei o OneDrive "Microsoft" quando deram espaço ilimitado logo depois acabaram com o "Ilimitado" certo tudo bem Microsoft sabemos como é... e agora a Amazon também bom gente moral da história "Todas as empresas que se dizem conceituadas no mercado Microsoft... Amazon e outras só brincam com seu clientes chamam para elas dizendo que é tudo muito bom más logo depois detonam o cliente.
    Desculpa o desabafo aqui, más quando somos tratados deste jeito nos sentimos tão "insignificantes" perante a estas empresas que não mantem seus acordos simplesmente dizem para você olha sabe aquele acordo e contrato que fizemos pois é estou mudando e você vai ter que aceitar pois você não é nada para nós.
    Bom desculpa o desabafo novamente e vou correr para arrumar meu servidor físico novamente.

    ResponderEliminar
  4. E pronto, lá se acaba o melhor serviço de cloud (quantidade vs preço)..
    O meu espaço ocupado de 3.7Tb vai passara custar $239.96.. quase 300% mais. Lá vou ter que investir em discos..

    Por isso é que o Seagate STEB4000200 de 4tb no amazon.es tem estado em promoção..

    ResponderEliminar
  5. Também utilizo o Amazon Drive há mais de um ano e devido a esta decisão da Amazon vou fazer download de 8 TB que lá tenho e vou fazer upload para a backblaze. Descobri à pouco tempo esta nuvem que até fica mais barata (45 € / ano ilimitada) que a Amazon Drive. Vou também fazer upload para a minhateca que é gratuita, ficando assim com os ficheiros em 2 locais diferentes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Atenção que esse plano só dá para fazer Backups. Se apagas no HDD local também ficas sem a informação na nuvem.

      Eliminar
    2. Obrigado Vitor, já me tinha apercebido. Existe também o crashplan que me parece ser idêntico ao backblaze. Para mim o ideal era o serviço da Amazon porque permitia estar sincronizado com o pc e também ter pastas só na cloud, com plano ilimitado,por um bom preço. Tenho procurado mas não tenho encontrado nada com preços aceitáveis, dai me parecer que o backblaze é a melhor opção disponível, apesar de não oferecer a versatilidade do Amazon drive.

      Eliminar
  6. Cheguei a testar o Amazon Cloud Drive com Arq 5, mas tive um feeling que isto poderia acontecer, tal como aconteceu com o OneDrive da Microsoft. Estou contente por ter continuado a usar o Crashplan.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nuno, tenho estado à procura de alternativas à Amazon Drive e estava inclinado para o Backblaze, mas depois do teu comentário fui ver o Crashplan que apesar de ser mais caro, me parece mais completo. Na tua opinião quais são as principais desvantagens do Crashplan em relação ao Amazon Drive?

      Eliminar

[pub]