2017/06/18

França quer TGVs autónomos em 2023


Muito se tem falado dos carros autónomos, mas porque não aplicar o mesmo conceito a outros meios de transportes onde tal seria muito mais fácil de implementar? França quer fazer isso mesmo nos seus comboios de alta-velocidade.

Os nossos bem conhecidos TGVs vão poder dispensar os condutores nos próximos anos, começando já no próximo ano com um protótipo que será usado no transporte de mercadorias. Para os comboios de passageiros as coisas serão feitas de forma mais cautelosa, estando previsto que isso só venha a acontecer em 2023.

Os comboios são um dos transportes onde mais sentido fará aplicar sistemas de condução autónoma, uma vez que nem sequer se tem que lidar com a questão de trânsito ou outros veículos a interferir (toda a gestão do tráfego ferroviário já é gerido a partir de uma central). E aliás, isso já é feito... o metro de Paris já não usa condutores humanos.

Claro que no metro as coisas são ainda mais facilitadas pelo facto dos túneis serem implicitamente uma via de acesso completamente controlado, enquanto que num TGV, continua a haver maior probabilidade de imprevistos, uma vez que as linhas à superfície, mesmo estando vedadas, estão facilmente acessíveis e mais sujeitas a todo o tipo de situações (como animais na linha, etc.)


... Eu por cá já me dava por feliz se a nossa CP nos disponibilizasse uma app que nos indicasse quanto tempo irá demorar uma passagem de nível a abrir... (Isto para não obrigar a investimento num mostrador com a indicação disso nos próprios locais.)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]