2017/07/07

A diferença dos 8GB de RAM do OnePlus 5

Com alguns smartphones a virem com 8GB de RAM, será que isso faz mesmo alguma diferença em termos práticos de utilização no dia a dia, ou já será um exagero? É isso que o nosso Luis Costa aborda já a seguir.


Muitas vezes se questionam as especificações do hardware dos smartphones, havendo sempre quem conteste este ou aquele aspecto, preferindo uma solução diferente da utilizada pela marca. No caso do OnePlus 5, temos duas versões, uma com 6 e outra com 8GB de RAM. Se pensaremos que muitos dos PCs ainda não têm esta capacidade de memória instalada, é normal que se questione esta opção por parte dos fabricantes de smartphones.

É sabido que uma das vantagens de ter mais memória RAM, é a possibilidade de manter em memória mais apps, dispensando o tempo de espera do seu carregamento, quando as voltamos a utilizar. Neste vídeo podemos comparar as duas versões e ver que, a partir de determinado momento, a versão de 6GB tem de recarregar as aplicações ao passo que a versão de 8GB ainda as mantém a correr em background.



Esta constatação não tem nada de novo, é apenas o resultado de uma versão ter mais memória que do a outra, com as vantagens que daí advêm. Se a este facto juntarmos o armazenamento extra, que passa para o dobro (64GB vs 128GB), por 60€ de diferença, acaba por ser interessante, se tiverem disponibilidade financeira para este esforço.

por: Luis Costa

5 comentários:

  1. Resumindo... constata o obvio.
    Nada de novo.
    Haja cacau

    ResponderEliminar
  2. Conseguir encher 6 ou 8 gigas no tele é obra sinceramente. Ter que abrir montanhas de jogos para justificar todo aquele ram? Não me parece de todo útil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao menos desta vez estão a dar uso à RAM... quando saiu o primeiro modelo com 6GB nem tirava proveito da memória toda que tinha. :)

      Eliminar
    2. Haja progresso :) Eu consigo imaginar cenários no futuro onde todo esse ram será útil. Haverá uma altura em que o tele será capaz de ter potência suficiente para substituir um pc de secretária e usar alguns dos programas mais exigentes do windows. O tele ligar-se-á a 2 ou 3 monitores sem fios e poderemos navegar a web com 20 páginas abertas, etc. Mas ainda não estamos lá.
      A maior parte do comum dos mortais que tem teles de topo (bem vejo pelos meus amigos) usa umas apps aqui e acolá, a maior parte para redes sociais e web em geral, com um joguito para distrair. Resumindo, a maior parte bem que podia ter um tele de 100€ que chegava perfeitamente para tudo.

      Eliminar
  3. As fotos HDR+ do Google fazem maravilhas tendo em conta as limitações da camara dos smartphones, mas se quisermos tirar muitas se seguida rapidamente, ao fim de 4 ou 5 deixa de haver RAM para continuar e fica a processar, por isso ter mais RAM é sempre uma boa opção.

    ResponderEliminar

[pub]