2017/08/31

Palm regressa em 2018 pela mão da TCL


Depois do regresso da Nokia, eis que está previsto mais um regresso de outra marca que teve um destino inglório: a Palm.

Tal como a Nokia regressou ao mercado como marca licenciada (fabricada pela HMD) também a marca Palm se prepara para regressar em 2018, agora pertencendo ao gigante TCL que também é o responsável pela mais regente geração dos BlackBerry com Android.

Para além da Palm estar associada a uma longa tradição (os seus PDAs eram um dos gadgets mais desejados no final do século passado), teve também o infortúnio de ter tido "azar". O Palm Pre e o WebOS foram inovadores em inúmeros aspectos face ao iOS e Android da altura; mas a certa altura as coisas descarrilaram e nem a compra pela HP, que se esperava poder vir a dar estabilidade e recursos ao projecto, foi suficiente para salvar a plataforma na área dos smartphones (o WebOS ainda vai vivendo nas Smart TVs da LG).

Depois de ter passado o período de "luto", a TCL, que comprou os direitos referentes à marca Palm em 2011, parece finalmente estar disposta a dar-lhes uso. Em vez de um regresso do WebOS (que nesta altura do campeonato seria uma missão quase impossível) o mais certo é que a TCL se limite a lançar uns smartphones/tablets Palm com Android, como tem feito com os BlackBerry. A nível de qualidade de construção já sabemos que a TCL consegue fazer coisas interessantes... bastará apenas que o faça nestes novos Palm... mantendo um preço competitivo com o dos restantes Android no mercado.

1 comentário:

  1. Eu andava com um Palm V num bolso e um telemovel no outro.
    Qunado saiu o Qtek com tudo em um, foi o nirvana.

    ResponderEliminar

[pub]