2017/09/11

Xiaomi revela Mi Mix 2


A Xiaomi deu início à moda dos smartphones com ecrãs "sem margem" com o seu Mi Mix, e agora reduz ainda mais a margem restante no seu Mi Mix 2.

Embora as origens dos smartphones com ecrãs de margens reduzidas já venha de longe (pelo menos desde os tempos dos Sharp Aquos Crystal de 2014) foi o Mi Mix da Xiaomi que veio catapultar esse design para o mercado global, sendo visto como uma evolução face ao design dos "edge" da Samsung, que ainda mantinham margens generosas no topo e na parte inferior. O Mi Mix apostava num design sem margens em três dos lados, restando apenas a margem na parte inferior - e contrariamente a alguns rumores que apontavam o Mi Mix 2 com tendo um ecrã "100%", essa margem continua a estar presente embora mais reduzida.

O Xiaomi Mi Mix 2 vem com um ecrã de 5.99" (18:9 com 2160x1080 pixeis) que o torna bastante mais compacto que o original com o ecrã de 6.4", e tem um Snapdragon 835 e versões de 6GB de RAM e 64GB/128GB/256GB, ou uma versão especial cerâmica com 8GB+128GB. A câmara fica-se por um único sensor de 12MP na traseira (com estabilização óptica) e 5MP na frente. A redução de tamanho também se faz sentir na bateria face ao original, passando de 4400mAh para 3400mAh, mas que deverá ser suficiente para garantir uma autonomia adequada.


As versões normais deste Mi Mix 2 começam nos 420 euros para o de 6GB+64GB, 460 euros para o 6GB+128GB, 510 euros para o 6GB+256GB e vão até aos 700 euros para a versão especial cerâmica.

... Só fica mesmo a faltar uma versão com Android One e ficava perfeito! :)


Actualização: já está disponível nas lojas online por 499 euros.

7 comentários:

  1. A última frase apoio a 1000000%, e mais: Android puro para todos quem quiser...( Sci-fi)

    ResponderEliminar
  2. O ecrã é AMOLED ou IPS? (tenho a impressão que deverá ser um IPS :( )

    ResponderEliminar
  3. Eu acho que daqui a 6 meses vão confirmar que o mi A1 está a ter tanto sucesso que mais vale apostar numa versão de Android One para todos os seus smartphones ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderias estar mais errado, isto na minha opinião, claro está.
      Concordo que o Mi A1 vai ser um sucesso, vai garantidamente vender milhões, todos os fetiche geeks querem um, mas isso não implica que os amantes da MIUI mudem de ideias ou deixem de existir.
      Na verdade, o que a Xiaomi vai ter,é uma ferramenta que lhe permite jogar nos dois campeonatos, com goleadas garantidas.

      Eliminar
  4. IPS Display :-(
    Para ser perfeito precisa de:
    - Ecrã AMOLED;
    - Stock Android.

    ResponderEliminar

[pub]