2017/10/29

LeasePlan mostra o futuro dos automóveis


Muito se tem falado sobre o impacto que os carros autónomos irão ter na sociedade, e a LeasePlan criou um fantástico spot publicitário onde aborda essa questão, lembrando que no futuro o essencial é que qualquer pessoa possa ter acesso ao carro que precisa, em qualquer local, a qualquer momento.

Embora muito ainda possa (e deva) ser feito a nível de maximizar a eficiência das redes de transportes públicos, as novas tecnologias permitirão criar redes de transporte pessoal igualmente eficientes, quer seja com carros partilhados ou, a seu tempo, carros completamente autónomos.

Em vez de se considerar a compra de um carro como algo obrigatório, isso arrisca-se a ser substituído por aquilo que é o essencial: ter acesso a um carro (e ao tipo de carro) que se deseja, sempre e quando que tal seja necessário. É esse o objectivo da LeasePlan... mas podem crer que não irão faltar empresas a competir para vingarem neste sector (e é precisamente por isso que a Uber tem gasto milhares de milhões de dólares, para garantir que fica em posição de vantagem para a entrada nesta nova era.)

Fiquem com o spot publicitário da LeasePlan... e que todos os anúncios fossem assim! :)


2 comentários:

  1. Não me acredito que, vá, nos próximos 50 anos (para ser simpático e dar o benefício da dúvida) venha tal a ser possível sequer com alguma expressão.
    É uma visão demasiado futurista, acredito que num nicho muito reduzido de cidades possa haver de facto espaço para esse mercado (pensar em NY, Tokyo e algumas outras cidades), de resto, de maneira alguma.
    As pessoas para além de serem materialistas, o automóvel contínua a não ser apenas um meio de transporte, mas um claro sinal de status social, e com o evoluir das sociedades, ainda mais se vai verificar.
    Que o mercado vai evoluir? Claro que sim, mas vai evoluir no sentido que o tem feito, maior tecnologia, combustíveis "limpos", redução dos riscos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nunca digas nunca principalmente sobre o futuro, afinal há cerca de uma década que não é nada, quem é que imaginaria os smartphones de hoje é as possibilidades dos mesmos!?

      Eliminar

[pub]