2011/02/23

Samsung Galaxy S 2 com MHL

Com os dispositivos mobile a ficarem cada vez mais pequenos e finos, mas com a necessidade de se manterem conectáveis à cada vez mais dispositivos, há necessidade de arranjar forma de minimizar a quantidade de portas nos equipamentos. Senão, qualquer dia, um smartphone vem rodeado de buracos! ;)


O Samsung Galaxy S 2 será um dos primeiros equipamentos a fazer uso da porta MHL (Mobile High-Definition Link), desenvolvida por um consórcio que conta com nomes como a Nokia, Samsung, Toshiba, e Sony, e que permite combinar numa única ficha micro-USB a funcionalidade USB e MHL com um cabo USB-HDMI.

Isto... até que comecem a surgir TVs com MHL, que permitirão ligar estes equipamentos directamente, e até usar o controlo remoto da TV para controlar o dispositivo mobile.

Sinceramente... acho que já temos cabos que cheguem nas nossas vidas, e a cada meia-dúzia de anos a Indústria continua a oferecer outros "standards" novos para substituir os anteriores. Acho que seria mais vantajoso apostarem a sério num standard wireless para este tipo de coisas, e dizermos adeus aos cabos de uma vez por todas - incluindo os de power, usando carregamento por indução quando se pousasse o smartphone/tablet/portátil/etc. numa mesa carregadora.



[via Engadget]

5 comentários:

  1. Quase todos os equipamentos que tive usavam alguma forma aquilo a que os fabricantes chamam de "cabos proprietários".

    Que na práctica não são mais que um simples cabo USB com um terminador diferente, específico para aquele modelo (ao menos que fosse comum a uma marca)...

    Um simples cabo USB custa tanto como... 3,5 Eur.
    Um cabo proprietário pode chegar aos... 45,00 Eur!

    Pois é. Acho que os cabos proprietários ainda vão andar por aí muito tempo :|

    ResponderEliminar
  2. É muito complicado a gestão de dispositivos wireless.

    ResponderEliminar
  3. "Acho que seria mais vantajoso apostarem a sério num standard wireless para este tipo de coisas,"

    E ja ha, é o DNLA... é preciso é q tanto o aparelho receptor como o emissor tenham suporte de DNLA...
    Por ex, no Android caso o tlmv nao tenha, basta instalar a app Skifta (da Qualcomm) e ja esta...
    https://market.android.com/details?id=com.skifta.android.app&feature=search_result

    ResponderEliminar
  4. @metRo_
    É, mas não tem obrigatoriamente que ser.
    :)

    Veja-se por exemplo os sistemas bluetooth nos automóveis... É simplesmente usar, e mais nada. Sem qualquer chatice.
    (Assim como o WiFi em redes já detectadas...)

    É simplesmente transpôr essa simplicidade para os restantes equipamentos.

    ResponderEliminar
  5. A gestão de dispositivos wireless já não é assim tão complicada: http://goo.gl/u6GwB

    ResponderEliminar

[pub]