2011/04/04

Primeiro Portátil faz 30 Anos


Hoje em dia temos smartphones mais potentes que os computadores que levaram o Homem à Lua; e queixamo-nos quando um tablet tem mais que 1cm de espessura.
No entanto, há 30 anos, um prodígio tecnológico chegava ao mercado: o primeiro computador portátil com algum sucesso comercial, o Osborne 1.

Com um peso de 10Kg (lembrem-se disto da próxima vez que se queixarem do peso do vosso portátil ;) O Osborne vinha equipado com um rapidíssimo processador Z80 (o mesmo do ZX Spectrum) a 4Mhz, e 64Kb de Ram; e tinha um ecrã de 5" capaz de mostrar 52x24 caracteres, e dois drives de disquetes floppy de 5.25" single-sided single density (isto dava prai 160Kb ou coisa).

Funcionava ligado à tomada, embora posteriormente existisse uma bateria com uma autonomia para 1h (oh oh, devia fazer um sucesso, poder trabalhar com este portátil numa esplanada à beira mar... :)

4 comentários:

  1. Anónimo4/4/11 16:03

    http://en.wikipedia.org/wiki/IBM_5100

    ResponderEliminar
  2. Isto faz- me lembrar que há alguns anos atrás também tive um PC portátil com ecrã de 5", mas era um bocadinho mais leve que este :)
    http://goo.gl/I97HM

    ResponderEliminar
  3. Antonio Luis Coelho4/4/11 19:06

    Viva

    Ainda tenho um HD de 20MB que pesa quase 1kg...
    Era de um 286, que novo custou quase 1600Contos!!! (com UPS de 5 minutos...), luxos...

    ResponderEliminar
  4. É preciso notar que este computador não era um laptop, por isso nada de comparações...

    Este portátil foi utilíssimo para o pessoal que tinha de ir à "casa" dos clientes (isto é a fábricas, oficinas e afins), por exemplo, para fazer a instalação e programação de computadores industriais e controladores programáveis (também chamados PLCs ou autómatos). O Osborne servia, nomeadamente, para fazer testes aos equipamentos que então eram programados, para verificar se eles tinham ficado a trabalhar como devia ser. A EFACEC, por exemplo, usou muito este portátil, que se comportou sempre de modo irrepreensível.

    ResponderEliminar

[pub]