2011/09/05

iPhone sem Espaço e as Apps "Virais"

Já devem ter percebido que eu sou o tipo de pessoa que é "picuinhas" naquilo que instala nos seus computadores - e acima de tudo, muito intolerante quanto à potencial burrice dos developers. Se isso me faz pensar na forma que este ou aquele serviço estará a guardar a minha password de forma verdadeiramente segura; ou até instalar alguns programas apenas em máquinas virtuais (ou em discos de arranque externo, com sistemas operativos instalados apenas para esse efeito), noutras áreas as coisas são mais pacíficas...

Veja-se o caso do iPhone e do seu iOS.

É realmente um consolo não termos que nos preocupar com essas "niquices". É simplesmente usar e pronto!

... ou será que é mesmo assim?



Sim, já me tinha interrogado por vezes sobre se esta ilusão não se deveria apenas à impossibilidade de o podermos controlar. Afinal, não tendo acesso ao "filesystem", não podemos verificar se nada de anormal estará a acontecer.

Infelizmente já fui forçado a ter que explorar um pouco mais do que desejaria sobre o funcionamento escondido do iPhone, e mais recentemente eis que fiquei a conhecer um caso ainda mais assustador.

Um amigo, ávido utilizador do iPhone, estava constantemente a lutar contra a falta de espaço no seu iPhone.

Mesmo tendo apagado todas as Apps "gigantes" que possuia, removido as fotos e músicas, e com menos Apps do que eu, o seu iPhone continuava a indicar poucas centenas de Megabytes livres, menos que o gigabyte e meio que eu tenho livre (tendo mais Apps, e fotos).


Algo de muito estranho se passava... e nada como meter mãos à obra para ver o que se escondia por trás da aparência serena exibida pelo iOS.

Usando um programa como o DiskAid, passamos a ter acesso aos ficheiros que normalmente permanecem escondidos do olhar do utilizador. E... depressa se descobriu que nem tudo estava como seria suposto.

Numa pasta relacionada com "Archives", mais de 800MB de ficheiros permaneciam - alguns dos quais de Apps que ele tinha desinstalado há meses ou anos atrás!


[Facebook no iPhone a ocupar mais de 800MB]

Mas... a grande surpresa estava ainda para vir: certas Apps que supostamente ocupariam uns poucos megabytes estavam afinal a ocupar muitas centenas de megabytes, e até mesmo gigabytes!

Apps que incluiam o nosso bem conhecido Facebook, o App Shopper, e o mobileRSS; e que sendo eliminadas e reinstaladas, fizeram com que um iPhone com apenas 400MB livres passasse a ter 6GB de espaço desocupado!

E isto, com as mesmas Apps que previamente lá estavam.


Quem será o culpado: developers descuidados das Apps que não sabem o que fazem, ou um iOS que não coloca limites ao que uma App pode fazer?

(Ah, ainda por cima, havia vestígios de Apps que deixavam ficheiros temporários em pastas em que não seria suposto mexerem... como as pastas das fotografias, por exemplo.)


... Parece que a "tranquilidade" do iOS afinal também só dura enquanto não nos damos ao trabalho de espreitar o que se esconde "por trás das cenas".

Sim, será quase certo que a culpa não é do iOS directamente, mas sim de quem fez as Apps; mas... não será também esse o caso de outros sistemas que levam com a má fama dos programas de terceiros? E ainda por cima, tratando-se de Apps que são previamente sujeitas a controlo para entrarem na App Store, não será ainda mais gravoso deixarem passar coisas deste tipo?

... Portanto, se o vosso iPhone está inexplicavelmente sem espaço... talvez seja altura de lhe fazerem uma revisão bem profunda.

3 comentários:

  1. Anónimo5/9/11 19:39

    Penso que no caso do mobileRSS, por omissão a aplicação faz cache das imagens, o que faz ocupar "gigas". Mas dá para mudar nas definições: Offline Browsing - Download Images e seleccionar Off. Depois é só fazer "Delete cached images".

    ResponderEliminar
  2. Antonio Luis Coelho5/9/11 19:47

    Viva

    Quem tem um iPhone, pode ver no iTunes - na barra que nos indica o espaço ocupado com Fotos, Apps, Outro e Livre -

    Já tive o "Outro" com vários gigas de tralha..., difícil de encontrar...

    Nenhum SO é perfeito ou transparente...

    ResponderEliminar
  3. O steve teve um aperto no coração quando carregas-te no botão "publish" ;)

    ResponderEliminar

[pub]