2013/11/15

Google ganha caso da digitalização de livros


Estava difícil, mas surpreendentemente o Google conseguiu livrar-se do caso da digitalização de livros, e de tal forma que o juiz fez questão de realçar que não só se trata de "fair use" como refere ainda múltiplos ponto em que a digitalização dos livros tem inúmeros benefícios de interesse público.



Este litígio entre o Google e o Authors Guild já se arrasta há oito anos, e o grupo que (supostamente) representa os autores encara a disponibilização de trechos dos livros como sendo uma enorme ameaça aos seus rendimentos - interrogo-me se pensarão que ganham mais dinheiro se ninguém souber sequer que os seus livros existem.

Felizmente, o juiz que tratou do caso teve uma visão mais pragmática sobre o assunto e disse que todos têm a ganhar com o trabalho que o Google tem feito.

  1. "Que contribui para o avanço e progresso das artes e ciências mantendo o respeito pelos direitos de autor"
  2. "Que se tornou numa poderosa ferramenta de investigação para alunos, professores, bibliotecário e outros para a identificação de livros"
  3. "Deu a possibilidade de pesquisar, pela primeira vez, textos integrais em milhões de livros"
  4. "Preserva livros raros e fora de circulação, dando-lhes uma nova vida"
  5. "Facilita o acesso aos livros a populações desfavorecidas ou em locais remotos"
  6. "Gera uma nova audiência interessada em livros, contribuindo para novas formas de rendimento para os autores e editores."

... É o que tenho dito e repetido tanta vez: não teria sido bem melhor se em vez de andarem com a cabeça enfiada na areia (durante 8 anos!) a lutar pela manutenção dos sistemas obsoletos; tivessem investido na promoção e adaptação às novas realidades digitais? 

Será assim tão difícil compreender que mais vale investirem milhões em algo que nos permita comprar um conteúdo legalmente e a preço justo, do que centenas de milhões a implementar medidas de pseudo-anti-pirataria, que não funcionam e que só servem para complicar a vida aos clientes pagadores (muitas vezes forçando-os a ter que recorrer a versões pirata - mesmo tendo comprado as versões legais - para as poderem usar como bem entendem.)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]