2014/06/16

As imparáveis velocidades 4G


Bem sabemos que as velocidades anunciadas pelos operadores raramente são atingidas, e já estamos habituados a que a cobertura prometida em "todo o lado" na verdade se limite apenas a (alguns) centros urbanos. Seja como for, não deixa de ser impressionante que numa altura em que as ligações por fibra em nossas casas nos oferecem velocidades de 100/8 Mbps, se possam obter velocidades bem superiores usando um simples smartphone na rua. Só que as coisas não se ficam por aqui, e a Nokia e a SK Telecom transferiram 5GB de dados via LTE em apenas 11 segundos: a 3.78Gbps!

O "truque" é aquele que se poderá imaginar: agregar múltiplos canais LTE aumentado proporcionalmente a velocidades. Poderá argumentar-se que velocidades de 100, 200, 300 Mbps são mais que suficientes para um dispositivo móvel, e que esta corrida por velocidades superiores começa a não trazer benefícios práticos - mas haverá sempre situações em que toda a velocidade disponível será sempre bem vinda: quer seja no caso em que há necessidade de fazer ou recuperar um backup de gigabytes de dados; como para quem estiver prestes a entrar num avião e se lembrar de fazer o download de alguns filmes para poder ver durante o voo.

Claro que também temos o caso de que, com estas velocidades crescentes abrem-se também as portas a novos serviços que nem se imaginariam caso se estivesse limitado a velocidades inferiores. Transmitir conteúdos Ultra HD passaria a ser algo "sem problemas"; e nem seria descabido pensar que quando chegamos a um qualquer PC se pudesse descarregar uma imagem virtual de alguns gigabytes, para que qualquer PC fosse "a nossa máquina", onde quer que se estivesse (embora, com redes assim, talvez fizesse mais sentido simplesmente fazer acesso remoto - a não ser no caso em que depois se pretendesse continuar a trabalhar em modo offline). Uma coisa é certa... vamos estar a "universos" de distância daquele tempo em que aceder a um site via telemóvel (2G) implicava aceder a sites em WAP, ocupando apenas alguns KB, de modo a ser "praticável"! :)

Que tipo de coisa imaginam fazer num futuro onde transferir gigabytes de dados demoram poucos segundos?

7 comentários:

  1. Epa, com trafego limitado a 15 gigas, basicamente, sacas tres ficheiros e ficas com a net a 128kbs... E a isso te digo LOL.

    Acho que neste momento o limite de 15 gigas é anedequado, eu tenho banda larga a 100 megas, nos testes já atingi picos de 80 megas, mas para que quero velocidade se depois tenho apenas 15 gigas para usar? Acho que hoje já é possivel ter 30 gigas de trafego sem bloquear as redes LTE, mas pronto, a anacom é gerida por ex administradores dos principais operadores em portugal e logo por ai esta tudo dito...

    ResponderEliminar
  2. E para que serve essa treta toda: Para que os funcionários da PT com "plafonds" generosos usem a rede 4G para mandarem mensagens pelo "chat" do Facebook? E conseguem ser mais agarrados que os "teenagers" com os SMSs...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixo o meu exemplo: antes de ter 4G gastava em media 230 Mb dos 600 do platfond. Agora, tenho de ter cuidado para não ultrapassar!

      Em vez de estar à espera que as páginas carreguem já li/vi o que queria e já avancei para outra página. A diferença é imensa.

      Por isso é que estou furioso com os platfonds da MEO (200 Mb?!?!? 2000min chamadas?!?!?!) e com o fim do PTwifi grátis (atenção a isto!!!)

      Eliminar
  3. 5Gb a 3.78Gbps não demora 11s, algum dado está errado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. GB é diferente de Gb...

      Gibabyte e Gigabits... 3.78Gbps = 0.44 GBps

      Eliminar
  4. Eu pergunto-me para que servem tao elevadas se depois não se pode usar em nada. Gostava de saber quais serão as vantagens nos tempos próximos. Se se fica com velocidades exorbitantes, e limite de trafego. Se por ventura passar a velocidades superiores com trafego ilimitado, a conversa muda.

    No meu caso tenho banda larga contratada a 20mb em 4G, em que a velocidade chega apenas a metade agora, pois geralmente anda nos 5mb; e a velocidade é 3g e não 4g. Vendem gato por lebre.
    Tudo indica que no final do contrato, das duas uma: ou baixam substancialmente o preço, ou não há mais contrato.

    ResponderEliminar

[pub]