2014/07/23

Netflix "in a box"


Serviços como o Netflix têm revolucionado a forma como as pessoas lidam com a televisão, passando a estar completamente no controlo daquilo que querem ver, quando o querem ver. Mas, aquilo que é desejável para os utilizadores é também uma autêntica dor de cabeça para os ISPs. Felizmente, o Netflix tem uma solução, que até oferece gratuitamente aos ISPs.

Certamente já terão pensado nos requisitos necessários sempre que fazem um qualquer download da internet. Precisamente por isso locais que disponibilizam conteúdos volumosos e sujeitos a milhões de downloads muitas vezes oferecem diversas opções, para que possam descarregar o ficheiro a partir do local mais próximo de onde se encontram. Se tivermos a opção de descarregar 4GB de um servidor no Porto ou em Lisboa, será logicamente muito mais eficiente do que estar a fazê-lo de Los Angeles ou Tokyo.

O Netflix multiplica este problema por muitos milhares, e depressa se percebe que se milhares de clientes de um ISP estiverem a ver diferentes conteúdos em HD, rapidamente as ligações ficarão saturadas - e esse é um dos pontos que tem causado bastantes confrontos entre Netflix, ISPs, e os restantes canais de distribuição na internet.

No entanto, o Netflix tem uma solução curiosa que disponibiliza gratuitamente aos ISPs: fornecendo-lhes um autêntico Netflix encaixotado. Uma caixa que contém uma capacidade de armazenamento de 100 a 160TB, e que vem atestada com os mais populares conteúdos do Netflix, permitindo que os ISP possam assim disponibilizar estes conteúdos directamente dos seus data centers sem gastarem a sua preciosa largura de banda.

Caso estejam curiosos, com 1h de conteúdo HD do Netflix a ocupar em média 3GB, a caixa mais pequena pode guardar mais de 34 mil horas de vídeo HD... quase 4 anos(!) de conteúdos vistos continuamente, e que se expandem para mais de 6 anos no caso do modelo de maior capacidade. Este sistema tem também a inteligência para tirar partido de múltiplas caixas no mesmo ISP, aproveitando o espaço "livre" para distribuir a carga de conteúdos mais populares entre as diferentes caixas.

Agora com discos de 6TB facilmente disponíveis... já estou a imaginar algumas pessoas a planearem montar um caixote com algumas dezenas de disco e pensarem em copiar uma destas caixas para consumo pessoal (talvez usando por base um Storage Pod da BackBlaze - que com capacidade para 45 discos, permitiria criar uma caixa com 270TB!) Só não se esqueçam que, mesmo a fazer uma cópia a 100MB/s, transferir 100TB seria coisa para demorar mais de 30 dias. Portanto, se calhar é melhor deixarem isso a fazer enquanto vão de férias... :)

2 comentários:

  1. Bom bom era haver Netflix em Portugal :D
    E (já sendo isto pedir demais) uma parceria entra a Netflix e a MEO/ZON para a ter na televisão ;)

    ResponderEliminar
  2. Exatamente a mesma coisa que a Google já faz com a sua Google Global Cache, certo?
    https://peering.google.com/about/ggc.html

    ResponderEliminar

[pub]