2014/10/04

Polícia nos EUA distribui keyloggers inseguros às famílias


Até poderia ter piada se não se tratasse de um assunto sério. Uma família que esteja preocupada com a segurança dos seus filhos quando navegam pela internet poderá sentir-se tentada a confiar naquilo que a polícia lhe diz e recomenda; mas nos EUA a recomendação é utilizar um keylogger que na verdade poderá aumentar a insegurança dos seus filhos.


Centenas de agências policiais nos EUA têm recomendado aos cidadãos que utilizem um programa chamado ComputerCOP que promete manter sob vigilância tudo o que os seus filhos fizerem nos computadores. A ideia até poderia parecer boa à primeira vista... se não fosse o "pequeno pormenor" deste programa expor publicamente tudo aquilo que escreverem no computador.

Este fantástico keylogger que as autoridades recomendam, é tão "bom" que envia tudo aquilo que escreverem no computador para servidores na internet sem qualquer tipo de encriptação, simplificando o processo de qualquer atacante que se queira apoderar dos vossos dados: emails, passwords, mensagens e tudo o mais que escreverem no teclado.


Bem sabemos que a questão da segurança digital é algo que já não pode ser descartada como "isso a mim não me afecta", e que o tema não é mesmo para brincadeiras. Torna-se por isso completamente inaceitável que se vejam entidades oficiais, que deveriam servir como exemplo, a recomendarem software que faz precisamente o oposto daquilo que deveria fazer - já para não falar nas questões circundantes do que a recomendação de um keylogger traz... como por exemplo, o de um marido o usar para espiar a esposa - ou vice-versa.

Eu bem que gostaria de não ter que ser paranóico quanto à qualidade do software que temos que usar... mas casos como este simplesmente "tiram-me do sério". Como é que um programa que pretende ser usado para "segurança" nem sequer se preocupa em encriptar os dados que envia através da internet?... É mesmo de loucos... ou neste caso, de uma incompetência total.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]