2015/01/13

Local Motors imprime automóvel no salão de Detroit


A indústria automóvel está em contínua transformação, e para além dos automóveis autónomos sem condutor há também quem queira revolucionar o próprio método de fabrico, recorrendo à impressão 3D.

A Local Motors é uma empresa relativamente desconhecida dos portugueses - embora para outros seja automaticamente associada ao incrível Rally Fighter, que mais parece um carro saído de um filme de ficção científica.

[Rally Fighter da Local Motors]


Para o salão de Detroit a Local Motors apostou num modelo mais modesto, mas que poderá ser ainda mais revolucionário: o Strati. A grande revolução do Strati não está no seu design ou motorização (que na verdade é aproveita do Renault Twizy eléctrico) mas sim no facto de se tratar de um automóvel impresso em 3D.

Não, ainda não se trata de ter um automóvel 100% funcional a sair directamente da impressora. O chassis, carroceria, painéis e alguns elementos interiores do carro são impressos, mas depois é necessário aplicar-lhe o motor, suspensão, cablagens, e tudo o mais. Ainda assim, este sistema permite uma simplificação extrema do processo de fabrico, permitindo que os automóveis sejam produzidos em autênticas micro-fábricas.

Neste momento o processo de impressão ainda demorar quase 48h, mas a empresa espera conseguir reduzir esse tempo para 24h; e eventualmente fazer com que seja possível a um cliente "desenhar" o carro que quer no conforto da sua casa, e ir levantá-lo à fábrica mais perto de si alguns dias depois.

Já imaginaram o que seria tornar desnecessário o transporte de milhões de automóveis de uns continentes para os outros, e os carros serem feitos "por medida" praticamente à porta de casa?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]