2015/01/21

Snappy Ubuntu Core quer ser o sistema operativo para a Internet of Things


Hoje em dia o Linux já está disseminado por mais locais e equipamentos que os que se podem imaginar - dos routers aos electrodomésticos - e a Canonical quer que o seu Ubuntu chegue a ainda mais lados, com uma versão ultra-leve chamada Snappy Ubuntu Core que será adequada para a era da Internet of Things.

A Internet of Things refere-se a um mundo onde praticamente tudo esteja ligado à internet. Das tomadas eléctricas às lâmpadas, dos relógios despertadores às balanças, e tudo o mais que puderem imaginar; nada está "a salvo" de ficar ligado à internet.

Uma vez que estamos a falar de sistemas onde a potência de processamento será reduzida, será necessário ter um sistema operativo o mais eficiente possível e que corra em hardware modesto - mas ao mesmo tempo também sabemos que o factor segurança é fundamental, pois uma qualquer vulnerabilidade poderia deixar milhões de equipamentos em risco.

O Snappy Ubuntu Core pode correr em hardware bastante limitado, e utiliza uma estrutura com secções independente para o sistema e apps, que garante a segurança de operação. O sistema base fica em memória só de leitura, com eventuais actualizações a serem guardadas noutra secção (e onde apenas se recebe os dados diferenciais em relação à versão anterior), e que também permite que a qualquer momento se possa regressar a uma qualquer versão - ou até à versão original do sistema, em caso de corrupção de dados ou caso se suspeite que algo estranho se passe.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]