2015/02/19

Lenovo instala adware de alto-risco nos computadores


A Lenovo pode ter portáteis excelentes que conquistam compradores em todo o mundo, mas agora parece estar a querer arruinar toda a confiança que neles era despositada, graças à pré-instalação de adware que levanta sérias questões de segurança e privacidade: o Superfish.

Quem tiver comprado um computador Lenovo nos últimos meses estará sujeito a ver uma dose extra de publicidade ao navegar na internet, com anúncios a serem adicionados a todo o tipo de páginas, e com janelas de popup adicionais quando passa sobre certos elementos.

Como se isso não fosse já suficientemente abusivo, o adware Superfish que vem pré-instalado nos Lenovo vai mais longe e instala-se como "autoridade para certificados de segurança", o que lhe permite inspeccionar e interferir mesmo em ligações seguras, como no acesso a bancos online, Google, Facebook, etc.


Será precisamente por este motivo que não deverão permitir que este Superfish esteja a correr nas vossas máquinas, e é inadmissível que a Lenovo o tenha pré-instalado nos seus computadores, mesmo com a "desculpa" de que os utilizadores podem sempre optar por "não aceitar as condições de utilização" ao activarem os seus computadores.

O que é certo é que a Lenovo disse já ter suspendido a pré-instalação deste adware nos computadores, mas infelizmente referindo que é apenas uma medida temporária. Aparentemente, esta suspensão temporária será apenas para fazer uma "correcção" que tornará o Superfish menos intrusivo (sem popups) mas sem corrigir a questão mais importante, que é o acesso e intercepção de dados em ligações seguras.


Portanto, atenção redobrada se têm ou planeiam vir a ter um Lenovo... Cada vez mais torna-se recomendável fazer uma reinstalação de um sistema operativo "limpo" assim que recebem um computador, mesmo (e especialmente) quando já vem com software pré-instalado!


Actualização: a Lenovo já disponibilizou instruções sobre como remover o Superfish (que na prática consiste em remover o Superfish da lista de programas instalados; e também o certificado que ele instala.)

Actualização 2: A Microsoft também já actualizou o seu Windows Defender de modo a remover o Superfish (para grandes males, grandes remédios!)





3 comentários:

  1. Ora aí está a razão de porque se deve comprar os portáteis sem sistema operativo, e das duas uma, ou instalar um Linux, ou se não puderem mesmo viver sem Windows, comprar uma licença OEM com o portátil.
    É que hoje em dia, não se consegue fazer uma reinstalação de um Windows "limpo", já que apenas se consegue restaurar o portátil para como veio de fábrica (adware, e bloatware incluídos).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. salvo se o reinstalares "off shore", ou não ?

      Eliminar
  2. Acabei de desinstalar o Superfish... :D abertoatedemadrugada Um Serviço Publico :D

    ResponderEliminar

[pub]