2015/08/11

Mapa de incêndios em Portugal


A época de Verão é, infelizmente, sinónimo do nosso país ser fustigado por vagas de incêndios, e por vezes é difícil ter uma verdadeira noção do que isso significa. Foi isso que levou um dos nossos leitores a criar este mapa dos Fogos em Portugal.

Esta mapa dos Fogos em Portugal tem por base os dados disponibilizados pela Página da Protecção Civil Portuguesa (caricatamente, têm que se ir buscar os dados a um PDF - uma vez que esta entidade parece não disponibilizar estes dados de forma mais "amigável").

Para além da visão georeferenciada no mapa nos permitir ter uma visão bem mais abrangente do panorama de incêndios no país, cada incidente está categorizado (chegada ao local, em curso, concluído, etc.) e indica também quantos meios humanos, terrestres e aéreos foram usados.

É o tipo de página que a Protecção Civil deveria disponibilizar, e que possivelmente até permitiria uma mais fácil análise dos recursos atribuídos a cada caso - sendo dados que, no mínimo, bem mereciam ser disponibilizados via API ou num formato que permitisse a sua utilização mais directa... em vez de ficarem enfiados dentro de um PDF.

10 comentários:

  1. Duvido que toda esta informação venha da página da Protecção civil onde os dados estão em PDF. Há ali incêndios que nunca estiveram lá. Este ano, a ANPC mudou os dados para esse formato. Não sei a razão, mas nos outros anos existia uma página WEB com os dados mais amigáveis e até permitia ver um mapa, assim como a fita de tempo. Talvez fosse informação a mais a ser disponibilizada ao público...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Toda esta informação vem do site da ANPC.
      Existem um pdf com o histórico do dia sem serem as ocorrencias mais significativas. É aí que estou a ir buscar!

      Eliminar
  2. A marcação é feita para a localidade mais próxima, erro de localização muito grande, certo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi uma coisa feita por carolice... Não está perfeito..e sim.. esse é um dos bugs.. Como é tudo feito 'automaticamente' eu simplifiquei ao máximo e está a ir para as primeiras coordenadas que encontra!

      Eliminar
  3. Um bom exemplo do que a Protecção Civil devia fazer em vez de disponibilizar PDFs com as ocorrências.

    ResponderEliminar
  4. Sugestão: pôr o "t" (tempo) na equação. É capaz de se descobrir coisas engraçadas a partir de uma análise temporal, reincidências, simultaneidade, padrões...

    ResponderEliminar
  5. Deixo este site que considero importante.
    Seria muito interessante ter em PT algo semelhante, ou pelo menos, que as várias autoridades nacionais participassem.

    http://hisz.rsoe.hu/alertmap/index2.php

    ResponderEliminar

[pub]