2015/12/12

OpenALPR facilita o reconhecimento automático de matrículas


Os sistemas de reconhecimento automático de matrículas eram algo que, durante muito tempo, estavam acessíveis apenas para aplicações profissionais e obrigando à utilização de máquinas dispendiosas. Hoje em dia, qualquer pessoa pode facilmente montar um sistema destes usando uma qualquer câmara digital, como demonstra este OpenALPR.

Há algum tempo que o processo de ler as matrículas de automóveis numa imagem se tornou relativamente simples, para quem soubesse usar coisas como o OpenCV ou programasse o seu próprio reconhecimento de imagem. Mas, este OpenALPR vem facilitar o processo ao disponibilizar em open-source uma solução praticamente pronta a funcionar.

Com este sistema, basta apontar uma câmara para uma qualquer estrada ou acesso, para que se comecem a registar as matrículas de todos os veículos que por lá passarem.


Claro que este sistema não é disponibilizado gratuitamente por "caridade". Os seus criadores esperam que este aperitivo sirva para angariar clientes para as modalidades pagas do serviço que disponibilizam, com muito mais capacidades, e em que basta dar acesso às suas câmaras via internet para que tudo seja feito de forma automática e com gestão via web.

As possibilidades são imensas... como por exemplo, registar as entradas e saídas de um condomínio fechado ou acesso a um espaço comercial ou industrial privado; ou até fazer-nos imaginar como seria útil haver uma base de dados pública com lista de matrículas de viaturas roubadas, e onde este tipo de sistemas poderia ser usado a sua mais rápida localização (embora, a reacção a tal medida fosse que os ladrões rapidamente se adaptariam usando matrículas falsas.) Enfim... se precisarem de reconhecer matrículas seja por que motivo for, sabem que podem sempre recorrer a este OpenALPR.


1 comentário:

  1. Tenho andado a testar sistemas profissionais neste campo e uma das empresas com que temos estado a desenvolver produtos fez um sistema que instalou no Brasil onde em várias artérias principais estão a ler todas as matrículas que passam e a dar alarme quando é lida uma viatura sem seguro em dia ou dada como roubada (o que na terra da Dilma parece ser mato). O sistema depois envia para a polícia os dados relevantes para a emissão automática de coima nos casos de infração.

    ResponderEliminar

[pub]