2018/02/25

Boston Dynamics testa robustez do seu robot que abre portas com os abusos do costume


Depois de nos terem mostrado os seus mais recentes robots a colaborar para abrir portas, chega o momento já habitual de mostrar o tipo de abusos que estes robots são capazes de suportar quando há alguém a esforçar-se por lhes dificultar a vida.

Se é impressionante ver um robot a realizar estas operações, mais o é quando isso continua a ser feito, da melhor forma possível, tentando contrariar os abusos de um humano irritante. Bem sabemos que se tratam de máquinas e que este tipo de abusos são necessários para avaliar o seu comportamento e torná-los cada vez melhores; ainda assim, não deixa de ser um pouco difícil não sentir uma certa empatia por estas máquinas, e considerar que se está perante "violência excessiva" contra estas criaturas mecânicas.

... Se um destes dias os seus sistemas de inteligência artificial chegarem à conclusão que a forma mais eficiente de cumprir a sua missão é incapacitar o intrometido que está a impedi-los... vai ser bonito! ;)

Esperemos que pelo menos a primeira regra robótica de Asimov tenha sido bem implementada nos seus firmwares..


2 comentários:

  1. ... depois aparece uma falha no firmware que, de forma inusitada, cancela as regras de Asimov e dá-se uma calamidade das grandes... :/

    ResponderEliminar
  2. Atualmente o ser humano já não cumpre as leis de Asimov, mas porque raio iria o robot cumprir...

    ResponderEliminar

[pub]