2018/02/13

Foxconn e RED querem acelerar adopção de câmaras 8K


Como seria de esperar, há quem já esteja interessado em fazer acelerar a transição para os vídeos 8K, sendo que a Foxconn aliou-se à RED para fabricar câmaras 8K mais compactas e económicas.

Actualmente os televisores 4K já se tornaram comuns (sendo a questão dos conteúdos 4K outro assunto) e muitos smartphones das gamas mais elevadas não têm problemas em gravar vídeo Ultra HD 4K... assim como até action cams com preços bastante económicos. No entanto, tudo muda quando se fala de vídeo 8K.


O formato 8K volta a quadruplicar a resolução face ao já impressionante formato 4K, sendo equivalente a 16x o número de pixels que temos numa imagem Full HD! É uma quantidade de dados verdadeiramente absurda (mesmo a 30fps são 2.7GB por segundo) que tem que ser processada e comprimida, mas que continua a exigir hardware que não está acessível à maioria dos consumidores.

Mas isso poderá mudar em breve, pois a Foxconn poderá estar a trabalhar em câmaras para gravação de vídeo 8K com tamanho e preço bastante mais aceitável, em parceria com a RED.

... Uma coisa é certa, seria uma excelente forma de tornar mais atractiva a perspectiva de usar um monitor 8K; mas por outro lado será também inevitável que esta resolução comece a demonstrar as falhas de tudo o resto: quer seja a qualidade das lentes, como também até os mais ínfimos erros de focagem ou de maquilhagem nos "actores". Afinal, com os filmes 4K já começa a ser bem notório quando estamos perante filmes gravados efectivamente em resolução 4K, ou quando estamos a ver filmes gravados em 2K que depois sofreram upscale para 4K... Nos 8K, arrisco-me a dizer que isso será ainda mais visível.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]