2018/02/10

França proíbe utilização de smartphone mesmo com o carro parado


Basta andar na estrada para se comprovar a imensa quantidade de pessoas que utilizam o telemóvel / smartphone enquanto conduzem, mas em França os condutores passarão a ser multados mesmo que tenham encostado na berma para ler ou enviarem uma mensagem.

Ninguém tem dúvidas de que a melhor coisa a fazer enquanto se conduz é estar de olhos - e atenção - postos na estrada. A utilização do smartphone enquanto se está ao volante deverá resumir-se a coisas como usar uma app de navegação, ou eventualmente dar-lhe uso através de comandos de voz para ler ou enviar mensagens. Mas, se uns não se sentem intimidados pelas multas e pontos negativos na carta e continuam a usar o smartphone enquanto conduzem, outros têm um pouco mais de consciência e encostam a viatura assim que possível, para poderem dedicar a sua atenção ao smartphone... e é precisamente estes que passam a ser os novos alvos para a multa em França.

Em França, como na maioria dos países, existe uma lei que proíbe a utilização de smartphones e telemóveis "na mão" enquanto se está em circulação. O problema é que a interpretação da definição do que constitui um veículo "em circulação" parece ser demasiado vasta, e passaram a considerar que até um veículo parado na berma com o utilizador a mexer no smartphone seja considerado como estando em circulação, e portanto sujeito a multa. Mas ainda fica melhor...

A multa continua a aplicar-se mesmo que o condutor tenha imobilizado o veículo e desligado o motor da viatura!

Segundo esta nova interpretação, o veículo só passa a não estar em "circulação" quando estiver devidamente parado num local destinado ao estacionamento; havendo no entanto uma excepção que permite ao condutor usar o telemóvel com o carro na berma... se tal se dever a uma avaria.

... Enfim... talvez o mais seguro seja, quando encostarem para usar o telemóvel, saírem do lugar do condutor e passar para o lugar do passageiro; e se a polícia aparecer, dizem que o condutor foi só "ali ao lado" e que volta já de seguida... :P

11 comentários:

  1. OU parar e colocar o triângulo como se o carro estivesse avariado...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estupidez esta lei... Em vez de agravar quem o faz a conduzir, vai atrás daqueles que conscientemente param para executar a operação em segurança...

      Eliminar
  2. Chauvinismo francês no seu melhor... Eheheh.

    ResponderEliminar
  3. Com efeito, não havia necessidade.
    Mas e nos casos em que se utilize sistemas "mãos livres"?

    ResponderEliminar
  4. Parece-me que só vai incentivar a usar o telemóvel enquanto se conduz. Se já se arriscam a levar multa para quê parar?

    ResponderEliminar
  5. Se um carro não está parqueado e está numa via, mesmo que na berma - está em circulação, nem pode ser de outro modo. O condutor tem que estar atento ao que está a acontecer.
    Já agora, considero das manobras mais perigosas arrancar da berma da autoestrada e até abrandar para parar na berma. Espero que não haja ninguém que pare na autoestrada para enviar um sms.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se está a falar de auto-estradas (onde já é proibido parar de qualquer forma), mas sim de qualquer estrada.

      Eliminar
    2. Concordo. Está no meio circulante então está em circulação. Se alguém que está parado à beira de uma estrada está sujeito a um acidente na mesma. Quer usar o telemóvel pare numa área de descanso ou de serviço. Se for urgente ou tiver uma avaria a lei prevê estas exceções.

      Eliminar
    3. Voltando às autoestradas - em dias de calor não acham estranho a quantidade de carros convenientemente "avariados" à sombra de um viaduto? A questão é que quando arrancam, até que ganhem uma velocidade razoável demoram uma eternidade e está-se em cima deles sem se dar por isso.

      Uma vez, na autoestrada em ponte sobre o Douro na zona da Régua, a seguir a uma curva acentuada, arranca da berma mesmo à minha frente um camião monstruoso, que tinha estado à sombra. O trânsito não era muito, mas, com as ultrapassagens, os carros ocupavam as duas vias. Porra, nem sei como é que não me estampei.

      Eliminar
  6. Eu não sei em que estradas vocês circulam, mas eu passo diariamente por "quilómetros" de estradas locais, onde existem milhares de carros estacionados "nas bermas"...
    (Diria mais, não será difícil em qualquer vila ou cidade encontrar muitos mais milhares de carros estacionados em locais proibidos, incluindo avenidas onde isso já é "tradição" e onde as autoridades já nem ligam a isso...)

    ResponderEliminar

[pub]