2018/02/10

VLC 3.0 já disponível com suporte para vídeo 8K


Depois de muita, muita espera, fica finalmente disponível o VLC 3.0, que chega repleto de novidades e melhorias deste que é o melhor media player da actualidade.

Em tempos idos, ver vídeos em formatos mais diversificados era algo que implicava a instalação de pacotes de codecs, esperando-se que algures lá pelo meio estivesse aquele que nos interessava para o ficheiro de vídeo em questão que se queria ver. O VLC veio acabar com tudo isso, fazendo com que bastasse instalá-lo e... já estava.

É certo que inicialmente o VLC sofria de problemas de instabilidade (por muito tempo mantive-me fiel ao Media Player Classic + pacotes de codecs extra), mas eventualmente lá me converti ao VLC e nunca mais olhei para trás. Há muitos meses que estava a usar o VLC 3.0 em versão beta, mas a partir de hoje fica disponível publicamente e apto para consumo público - e bem que era preciso, já que a última grande actualização do VLC tinha sido feita há precisamente 3 anos!

O VLC 3.0 representa uma renovação completa a nível interno, que agora partilha o mesmo código para todas as plataformas em que está disponível: Windows (até ao XP), macOS (até ao 10.7), Linux, iOS (até ao iOS 7) Android (até ao pré-histórico Gingerbread 2.3), ChromeOS (para os Chromebooks que tiverem acesso à Play Store), e ainda Android TV e Apple TV.

Entre as melhorias para esta versão temos coisas como: aceleração por hardware (H.264 e H.265) e em resoluções de até 8K (com impacto reduzido no CPU), suporte para vídeos 360° e áudio 360°, suporte para HDR (Win10) e HDR tone-mapping, passthrough de áudio digital, navegar por partilhas de rede locais (SMB, FTP, SFTP, NFS, etc.), e muito mais.

Se vêem vídeos no computador / smartphone / tablet... não há que pensar, experimentem o VLC por uns tempos... e vão ver que não precisam de mais nada! :)

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. o computador para uma TV, via Chromecast, funciona bem.
    Com a Chromecast ligada, ativa-se em Reprodução > Renderer.

    ResponderEliminar

[pub]