2018/02/10

Huawei Mate 10 Pro resiste aos abusos do JerryRigEverything


O homem dos testes extremos volta ao ataque, desta vez sujeitando o Mate 10 Pro da Huawei à sua tortura habitual com riscos, calor e pressão, que vão muito além daquilo a que o equipamento irá estar sujeito numa utilização normal.

No primeiro teste, como é habitual no JerryRigEverything, temos o riscar do ecrã com pontas que apresentam um grau de dureza variável. Segundo a escala de Mohs, o ecrã do Mate 10 Pro começa a apresentar alguns riscos no nível 6, tornando-se bem mais marcados no nível 7, comportamento habitual nos ecrãs com Corning Gorilla Glass 5. Fica assim assegurada a resistência a riscos com chaves e moedas no dia a dia.

Os botões e o anel do corpo do smartphone são em alumínio, pelo que não vão resistir aos riscos de materiais com maior grau de dureza. O vidro da traseira também cobre as câmaras, conferindo-lhes um grau de protecção extra; enquanto que a cobertura em plástico usada no sensor de impressões digitais acaba por se riscar com relativa facilidade, mas mesmo depois de uma boa quantidade de riscos continuou a funcionar sem problemas.

No teste de flexão, em ambos os sentidos, o Mate 10 Pro conseguiu passar com distinção. Este smartphone apresenta uma excelente capacidade de resistência, pelo que não deverão ter problemas caso se sentem inadvertidamente com o mesmo no bolso traseiro, mas como sempre... o melhor mesmo é não arriscar. :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]