2018/02/24

Google aposta no Android Go para o MWC

O MWC vai ser ser o local escolhido pela Google e várias marcas para nos darem a conhecer as suas novas propostas de baixo custo com o novo Android Go - e estamos a falar de smartphones que podem custar menos de 50 euros.

Depois do mega sucesso do Xiaomi Mi A1 com Android One era mais que certo que outras marcas seguissem o exemplo e apostassem também neste sistema. A BQ já anunciou que vai lançar dois novos smartphones a correr Android One e a Nokia vai ainda mais longe, pois além de apresentar o Nokia 7+ com esta versão do Android vai também apresentar o Nokia 1, que será um dos primeiros smartphones a correr o Android Oreo Go Edition.

O Android Go é uma versão do Android que, embora continue a ser um Android completo, foi optimizada especificamente para ser utilizada em smartphones com hardware bastante modesto. É uma versão lite do Android, com aplicações optimizadas e uma versão da Play Store que foi programada para dar destaque a aplicações menos exigentes em termos de hardware.

Segundo a Google, esta versão do Android vai permitir um desempenho até 15% superior em smartphones de gama de entrada, disponibilizando ainda o dobro do armazenamento livre; com as aplicações instaladas de origem a ocuparem menos 50% de armazenamento face às mesmas em versão normal.

Tendo em conta que muitos fabricantes chineses de linha branca ainda apostam em terminais com 1GB de RAM e 8GB para armazenamento, esta versão do Android Oreo Go seria a companhia ideal para estes smartphones. Mas o mais incrível é que este Android Go abre as portas a smartphones com hardware ainda mais modesto (como com apenas 512MB de RAM)... e isso poderá fazer baixar o preço dos smartphones de gama de entrada para patamares mais reduzidos que nunca, oferecendo uma experiência de utilização que ainda assim seja "suficientemente agradável".

1 comentário:

  1. Nos de alto custo - os Pixel - é que a Google deu com os burros na águar.
    Em 2017 vendeu o mesmo que a Apple numa semana - 3,9 milhões.
    Quando a MIcrosoft desistiu de fabricar smartphones tinha vendido mais.

    ResponderEliminar

[pub]