2018/02/15

Google lança AMP para email e AMP Stories

A Google continua a promover a adopção do formato AMP, e a sua última táctica consiste em fazê-lo chegar aos emails e também facilitar a criação de "stories".

O AMP (Accelerated Mobile Pages) foi criado com o intuito de acelerar o acesso à informação, consistindo num sub-conjunto restrito de elementos HTML que garantem que a página possa ter um tamanho reduzido e apresentado de forma quase instantânea - em oposição aos sites carregados de publicidade e scripts que tornam o seu carregamento bastante lento. No entanto, nem todos estão satisfeitos com o sistema, havendo também quem diga que as restrições impostas são demasiadas.

Talvez por isso a Google avance com os AMP Stories, que facilitam a criação de "stories" com elementos mais dinâmicos; enquanto simultaneamente também tente um novo flanco de ataque, promovendo as vantagens do AMP nos emails. A ideia é que em vez de emails estáticos, se passe a ter emails que podem apresentar informação sempre actualizada (por exemplo, informação de um voo) ou que sejam interactivos (permitindo fazer reservas, etc.) sem que se tenha que sair do próprio email.

Embora perceba a lógica por trás do AMP, continuo a não ser grande fã do mesmo e penso que estas alterações apenas me vêem dar razão: se se vai começar a "complicar" o AMP para permitir fazer tudo aquilo que já se pode fazer em HTML... qual o propósito da sua existência? Afinal, os developers e sites que optarem por usar o AMP já estarão, à partida, predispostos a criarem os seus sites em HTML de forma eficiente; e com isso têm a liberdade de fazer "stories" ou tudo mais que bem entenderem, sem limitações.

Embora não me pareça que a Google tenha hipóteses de fazer com que o AMP se torne uma ameaça ao HTML (bastando para isso que muitos continuem a recusar adoptá-lo e suportá-lo)... não me agrada nada ver esta insistência na sua utilização.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]