2018/02/11

SVGnest optimiza o corte de peças no browser


Já se viram na situação de ter que cortar determinados padrões em papel (ou tecido, ou metal) e quererem fazê-lo com o menor desperdício de material possível? Eis que o SVGnest dá uma ajuda.

Qualquer pessoa pode pegar numa forma e recortá-la no material pretendido, tendo as ferramentas adequadas. O segredo está em fazê-lo de forma a optimizar o material e reduzir o desperdício ao mínimo. Para isso há que aproveitar todos os potenciais espaços desocupados que podem ser deixados por algumas das peças, para lá "encaixar" outras, da melhor forma.

É um processo bastante complexo e difícil de fazer manualmente, mas felizmente temos este SVGnest que trata de fazer o "nesting" de todo o tipo de formas irregulares, dentro dá área de trabalho que se definir.


Eis as peças originais que desejávamos cortar, com o resultado (com os parâmetros pré-definidos) a ser aquele que vemos na primeira imagem. Para o vermos em acção, basta seleccionar a opção de demonstração, clicar no rectângulo grande - para indicar que será esse o "alvo" a utilizar, e de seguida pô-lo em marcha. Claro que usar estas peças não fará sentido para quem procura uma ferramenta deste tipo, mas isso é facilmente resolvido fazendo o upload das nossas próprias formas em formato vectorial SVG.


Este é um tema que me é particularmente querido, pois há muitas décadas atrás, um dos primeiros programas "profissionais" que fiz era precisamente algo deste tipo para fazer a optimização de corte. No entanto, na altura apenas tinha que lidar com a optimização para peças rectangulares, o que simplificava imenso o problema. Hoje em dia... bastaria dar um salto ao GitHub e aproveitar o código open-source deste SVGnest.

2 comentários:

  1. E por falar em SVGs, descobri este serviço de animação também das layers de um SVG ontem: https://www.svgator.com ;)

    ResponderEliminar
  2. Fantástico. Segundo sei, foi precisamente na aposta de software para desempenhar esta tarefa (mas para corte de tecidos) que o dono da Inditex (Zara, Mango, Bershka, etc.) fez parte da sua fortuna.
    Agora, com um simples navegador de internet temos acesso a essa ferramenta.

    ResponderEliminar

[pub]