2018/03/05

Revolut prepara entrada em Portugal


Numa altura em que cada vez mais portugueses vão ficando fartos das taxas e comissões cobradas pelos bancos, a Revolut prepara-se para apostar ainda mais em Portugal, estando neste momento a contratar várias pessoas para ajudar a expandir o seu serviço no nosso território.

A Revolut tem tido uma enorme adesão em toda a Europa e os portugueses não são excepção; especialmente aqueles que estão a trabalhar lá fora ou que lidam frequentemente com compras internacionais e estão fartos de serem "roubados" nas taxas de câmbio.

Numa explicação sucinta, a Revolut disponibiliza um serviço de "banco" online, sem taxas nem comissões escondidas. É certo que a sua versão gratuita tem alguns limites (como um limite de levantamento de €200 mensais nas caixas automáticas) mas continuam a ter acesso a transferências ilimitadas e sem comissões - o que aliado às taxas de câmbio mais vantajosas, já faz com que seja um serviço a considerar.

Neste momento, a Revolut procura um Growth Launcher e um PR & Community Manager para Portugal; o que demonstra que estão empenhados em dar mais atenção ao nosso (pequeno) mercado.

E penso que nem será necessário dizê-lo: se acharem têm perfil que se enquadra no que é pedido para um destes postos... não deixem de se candidatar (e depois não se esqueçam de nos oferecer umas contas premium vitalícias para podermos oferecer entre os nossos leitores - já servirá como um excelente primeiro passo para divulgarem o Revolut em Portugal! :)

3 comentários:

  1. Este tipo de aplicações financeiras ou ainda apps como a chinesa weChat são fortes concorrentes às criptodivisas como o Bitcoin. A não ser que se viva num país em ditadura, a verdade é que a maior parte das pessoas não quer saber de coisas como "descentralização" ou "resistência à censura", quer simplesmente um meio de pagamento rápido, barato, cómodo e acessível até para quem não percebe nada tecnologia. Neste momento este tipo de serviços parecem estar em vantagem, mas só o tempo dirá...

    ResponderEliminar
  2. Quem aderir ou nunca tiver pedido um cartão físico, poderá obter um cartão VISA débito sem custos até 11 de Março: https://blog.revolut.com/how-to-order-a-free-card/

    EDIT: No texto "como um limite de levantamento de €200 mensais nas caixas automáticas" não está propriamente correcto, o montante e número de levantamentos por mês só está limitado ao saldo presente na conta. No entanto acima de 200€(ou equivalente noutras divisas) levantados por mês, é cobrada uma surcharge de 2%.

    ResponderEliminar
  3. Não percebo bem a vantagem? é converter o salário de francos suiços para euros mais facilmente?

    ResponderEliminar

[pub]