2018/04/05

OneDrive ganha protecção contra ransomware e outros acidentes


Quando os azares acontecem todos gostariam de ter a possibilidade de "regressar no tempo" para recuperarem os seus ficheiros, e foi precisamente isso que a Microsoft trouxe para o OneDrive.

A Microsoft vai disponibilizar a opção de restauro de ficheiros - que até aqui apenas estava disponível nas subscrições comerciais - no OneDrive para particulares, desde que os utilizadores tenham uma subscrição Office 365 Home ou Office 365 Personal. Com esta funcionalidade, os utilizadores podem restaurar qualquer conteúdo no OneDrive para o seu estado em qualquer momento dos últimos 30 dias.


A sua utilidade é óbvia no caso de um ataque de ransomware, pois permite aos utilizadores regressarem a um ponto anterior aos dos seus ficheiros terem sido encriptados, anulando a ameaça; mas também permite salvaguardar contra acidentes como regravar ficheiros com conteúdos alterados - ou até mesmo contra eliminações acidentais (especialmente para aqueles que, como eu, têm a mania de fazer "SHIFT+DELETE" para apagar directamente sem passar pelo caixote da reciclagem).



O OneDrive até avisará o utilizador no caso de suspeitar que se esteja a ser alvo de um ataque de ransomware... o que ajudará a detectar o problema logo desde o início.

É certo que para termos direito a isto termos que ter uma subscrição do Office 365, mas não me parece que seja um serviço demasiado caro para o que oferece. Por 99 euros anuais temos direito ao Office 365 Home, para 5 utilizadores, e onde para além do acesso às diversas apps do Office, se fica com 1TB de espaço no OneDrive (para cada utilizador). Em comparação, 1TB de espaço no Google custa 99.99 euros por ano (sendo só para uma pessoa); e no Dropbox então... nem se fala (no mínimo teríamos que ir para uma subscrição de 30 euros por mês...)


Claro que mesmo assim é melhor ter os backups sempre em dia... E não se esqueçam que entre ransomware, avarias de discos, ou demais acidentes - o que importa é estar prevenido e ter tratado das coisas antes dos azares acontecerem. É que o "depois"... já é tarde demais!

3 comentários:

  1. Eu troquei a subscrição do Dropbox pela subscrição de O365.
    Pelo mesmo preço tenho o Office legal e sempre são 5TB de alojamento em vez do 1TB do Dropbox.
    Recomendo.

    ResponderEliminar
  2. As licenças vendidas pelos sites tipo cdkeys ou goodoffer, também permitem que se fique com 1TB de espaço no OneDrive?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que tenhas o serviço Office 365 ou Personal activo, sim.

      Eliminar

[pub]