2018/05/15

Fujifilm Instax SQ6 rende-se às fotos quadradas

A Fujifilm já apresentou em Portugal a nova câmara Fujifilm Instax SQ6 que adopta no mundo das fotos físicas o mesmo formato quadrado popularizado nas redes sociais.


Combatendo a tendências das fotos puramente digitais, a Fujifilm tem também apostado em câmaras fotográficas instantâneas que fazem recordar os tempos das velhas Polaroid... agora tentando cativar as novas gerações. O público alvo da Instax SQ6 é a chamada geração Y - os millennials. O formato de foto quadrada que foi copiado pelo Instagram como forma de proporcionar um look "retro" ficou associado com um certo estilo de fotografia, que a Fujifilm replica com esta câmara.

A câmara é surpreendentemente leve para o tamanho físico que tem e os controlos são bastante intuitivos. Existem três filtros coloridos (verde, laranja e violeta) para colocar sobre o flash para dar tons engraçados às fotos - e novamente demonstrando que os filtros, antes de serem digitais, eram físicos. Sendo que, como novidade, nesta câmara, o flash pode ser completamente desactivado, que permite mais criatividade na foto.

O modo por omissão é o de exposição automática, podendo escolher uma exposição mais clara ou mais escura, foto macro ou paisagem e ainda um modo "selfie", existindo um pequeno espelho convexo na frente da máquina, de forma que possamos fazer pontaria ao tirar a foto.


Esta nova câmara apresenta-se em três cores, branco, dourado e cinza. Adopta o formato quadrado, alusivo ao formato da foto que produz, formato esse que também está presente na embalagem, que segue também a cor da própria máquina.

Ficará disponível em Junho deste ano com um preço recomendado de 139€, custando cada "cassete" com 10 fotos, 9.99€. Estas cassetes são as mesmas da impressora Instax SHARE e o dá pelo nome de FUJIFILM Instant Film "instax SQUARE". O suporte físico da fotografia está disponível em três variantes, rebordo branco e rebordo preto para fotos a cores, existindo também suporte para fotos a preto e branco.

Pode argumentar-se que o preço por foto pode ficar um pouco elevado;  no entanto, não é errado referir que cada foto é única e original e portanto... é algo que não tem preço, verdade?


Por: Luis Correia

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]