2018/05/01

Galaxy S9/S9+ ganham versão de 128GB e 256GB


Se achavam estranho que o mais recente topo de gama da Samsung - o Galaxy S9 - apenas estivesse disponível com 64GB de capacidade... eis que agora fica o assunto resolvido, com a chegada de versões com 128GB e 256GB.

O Galaxy S9 e S9+ são topos de gama capazes de satisfazer os utilizadores mais exigentes, mas tornava-se um pouco estranho como é que estes modelos, bastante dispendiosos, vinham com apenas 64GB de capacidade... mesmo tendo em consideração a possibilidade de expandir a memória através de um cartão microSD. Algo que deixará de ser necessário para aqueles que adiaram a compra, pois estão prestes a chegar modelos dos S9 e S9+ com capacidade expandida de 128GB e 256GB.

Nos EUA os preços passarão a ser:

  • Samsung Galaxy S9 64 GB — $719.99
  • Samsung Galaxy S9 128GB — $769.99
  • Samsung Galaxy S9 256GB — $819.99
  • Samsung Galaxy S9+ 64GB — $839.99
  • Samsung Galaxy S9+ 128GB — $889.99
  • Samsung Galaxy S9+ 256GB — $939.99
Ou seja, uma diferença de preço de apenas $50 entre versões, o que será suficiente para incentivar os clientes a optarem pela versão de 256GB (considerando a reduzida diferença - relativa - de preço).

Cá em Portugal, com os preços dos modelos base a situarem-se nos 870 e 970 euros (embora nalgumas lojas já se comecem a encontrar preços bastante mais reduzidos), e assumindo que teremos um escalonamento parecido, na casa dos 50 ou 60 euros para cada aumento de capacidade... teremos seguramente o mesmo tipo de incentivo.

O problema é que muitos dos que já compraram os S9/S9+ de 64GB, por não haver outra versão, poderão agora sentir-se "traídos" com o lançamento destas versões expandidas... Sendo que, no mínimo, irão pensar seriamente em comprar um futuro topo de gama da Samsung na fase de lançamento (a não ser que a Samsung disponibilize desde logo diferentes versões).

... Seria simpático da parte da Samsung explicar porque motivo optou por adiar o lançamento destas versões para agora...

1 comentário:

  1. Saiu em Março, não é?
    Ainda é cedo, mas os números que estão-lhe a dar recordes de vendas - o modelo que vendeu menos.

    Mas, claro, a Xiaomi está é a ameaçar o iPhone X ;-)

    ResponderEliminar

[pub]