2018/06/03

Apple já trabalha em chips próprios para os Macs


O desejo da Apple de se livrar da Intel e criar os seus próprios CPUs para os Macs poderá concretizar-se mais depressa do que se imagina, havendo rumores de que a Apple tem um laboratório secreto dedicado exclusivamente a isso.

O projecto da Apple, com o nome de código interno "Project Kalamata", replica para os CPUs "desktop" aquilo que a Apple fez nos chips mobile para os iPhones e iPads. Ou seja, a Apple foi buscar pessoal especializado (nomeadamente à Intel) que agora estão a trabalhar na criação de um chip especificamente concebido em função das necessidades da Apple e macOS, o que seguramente lhes dará o mesmo tipo de vantagem que têm no conjunto iPhone+iOS face às plataformas concorrentes.

Neste fase ainda nada se sabe em termos de detalhes técnicos, não se sabendo se a Apple apostará na criação de um chip com arquitectura ARM (que já domina e seria mais viável a longo prazo, mas que complicaria o processo de manter a retrocompatibilidade com todo o software existente), se adoptará a arquitectura x86 ou AMD64 para facilitar a compatibilidade mas carregando todo o peso das "décadas", ou uma qualquer solução híbrida que combine as vantagens de ambos...

Muito provavelmente só veremos os resultados deste projecto lá para 2020 (ou mais tarde ainda)... mas mesmo com base no pouco que ainda se sabe deste projecto Kalamata, parece ser seguro que se trata apenas de uma questão de "quando" e não de "se".

5 comentários:

  1. Mas a Intel não possui as patentes do instructionset x86 ? E se ele emularem esse instructionset não terão problemas com a Intel??

    ResponderEliminar
  2. A lógica percebe-se - criar sinergia entre o desenvolvimento, pela Apple, do hardware e do software. E pagar menos aos desenvolvedores de hardware (e depois aos fabricantes). Claro que licenças de patentes vai ter sempre que pagar (ou recusar-se a pagar).

    Eu por acaso gostava de ver a Apple a quebrar a barreira entre a arquitetura x86 (MIntel) e a ARM. A Microsoft já prometeu várias vezes - "Vem aí o Windows xy que vai permitir correr as mesmas apps em PCs e em tablets/smartphones ARM!". Acho que já ninguém acredita.

    A coisa não se resolve só pelo lado do software. Tem que ser uma combinação de hardware e software. Quem conseguir resolver isso bem, tem muito dinheiro a ganhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A MS prometeu... e já cumpriu. :)
      Já tens Windows 10 nos ARM e a correr apps da Window Store, tanto ARM como x86 (estas via emulação). x64 é que ainda não...

      O problema é que o sistema não parece estar a ter o desempenho "à altura" nas máquinas ARM que têm saído (o que não será uma surpresa)... Nesse aspecto a Apple terá potencialmente mais vantagens, por criar um chip precisamente à sua medida e o sistema à medida do chip, como tem feito nos iPhones e iPads.

      Eliminar
    2. Bem, não é é Windows 10, é "o Windows 10 on ARM". E não é nos dispositivos ARM todos. é em alguns. E não são as apps para PC todas, são algumas (outras nem vale a pena tentar correr - a comparação é com estar-se a utilizar um Intel Atom, com os quais o pessoal desesperava há uns anos).
      E, se por um lado, as apps não compiladas para ARM correm, mal , via emulação, as compiladas para ARM não correm.

      Quem sabe disto diz que - se as apps fossem compiladas para "Windows on ARM", ele poderia ter futuro. Assim é mais uma promessa da Microsoft que era uma coisa e saiu outra.

      Eliminar

[pub]