2018/07/05

Califórnia exige cancelamento online para serviços contratados online


Os californianos têm a partir de 1 de Julho a vida simplificada para se libertarem de serviços que tenham sido subscritos online, sendo agora também exigido que possam proceder ao seu cancelamento online sem necessidade de qualquer outra interacção.

Muitos portugueses estarão bem familiarizados com estas coisas. Para se contratar um serviço basta um simples "abanar da cabeça" e é todo um mundo de facilidades; mas caso o queiram cancelar, têm que telefonar para um número especial (quase sempre, numa linha de valor acrescentado), onde poderão ficar dezenas de minutos em espera, aturar diversos assistentes, e ainda arriscar-se a que seja pedido que enviem diversos comprovativos de identidade, residência, tipo de sangue, e sabe-se lá que mais.

Pois bem, na Califórnia acharam que isso estava a atingir proporções inaceitáveis, e a partir de agora é exigido que: se um serviço pode ser subscrito online também terá que poder ser cancelado online - e ponto final.

Serviços que tenham pagamentos recorrentes estão também obrigados a indicar claramente quais os valores que irão ser cobrados e quando; e aqueles que ofereçam períodos promocionais têm também que informar quando é que esse período acaba e quais os valores que irão ser cobrados a partir dessa data. Enfim, o tipo de coisa que se esperaria que qualquer empresa fizesse por questões éticas e de respeito para com os seus clientes, mas que infelizmente tem que ser conseguida à custa da legislação.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]