2018/07/02

Nintendo Switch já tem modchip


A Switch tem sido outra das consolas de grande sucesso da Nintendo, mas que também estará a causar algumas dores de cabeça à marca - devido à facilidade com que pode ser modificada para correr software não oficial.

Os modchips são o terror de qualquer fabricante de consolas, dando aos utilizadores a possibilidade de correr software não oficial: o que por um lado representa o software homebrew, criado pela comunidade de entusiastas para expandir as funções da consola, mas por outro lado também abre as portas à pirataria e a correr cópias de jogos. No caso da Switch, há uma flagrante falha no hardware, por culpa do Nvidia Tegra utilizado, que facilita imensamente estas modificações.

A falha no SoC Tegra é o equivalente a deixar na Switch uma opção como a que encontramos na BIOS de um PC, que nos deixa seleccionar qual o disco de arranque que queremos utilizar; servindo de porta de entrada para que se execute o que bem se quiser, fora do controlo do sistema da Nintendo. E a "pior" parte é que esta falha não pode ser rectificada remotamente, por ser algo que não está acessível nem mesmo a uma actualização de firmware - só mesmo fazendo uma revisão do hardware.


Habitualmente o processo é complexo, sendo necessário ligar dois pinos na ficha do controlador, e depois enviar código especial através da porta USB, para se ganhar controlo sobre a Switch. Mas, como seria de esperar, não demorou para que alguém simplificasse o processo mediante a instalação de um pequeno micro-controlador que actua como um modchip montado no interior da consola.

Sendo impossível para a Nintendo impedir esta "pirataria", resta esperar que saiba reagir da melhor forma, respondendo adequadamente aos pedidos dos fãs, como a disponibilização de jogos clássicos a preços aceitáveis; ou até de simplificar a vida a quem tem múltiplas Switch em casa - sendo que o actual processo de querer partilhar um jogo original entre duas Switch diferentes é absolutamente aterrador! Até parece que a Nintendo está a dificultar a vida a quem queira comprar duas Switch para os seus filhos.


1 comentário:

  1. Naaa, não parece nada!

    A partilha dos jogos foi muito bem pensada, até porque a Nintendo quer ver mais do que uma Switch por agregado familiar
    #ohwait #secalharnão

    ResponderEliminar

[pub]