2018/08/25

Como ligar um sensor de fumo IKEA ao Home Assistant


Há cada vez mais coisas que se podem fazer conjugando produtos disponíveis no mercado, e desta vez temos um projecto que mostra como criar um sensor de fumo inteligente capaz de se ligar ao Home Assistant, usando um sensor IKEA de baixo custo e um módulo ESP8266 D1 mini.

Quando se começa a dar inteligência a uma casa, quer seja através do Home Assistant ou qualquer outra plataforma, é inevitável começar a desejar-se que tudo esteja ligado a essa plataforma, para nos permitir criar todo o tipo de automações. Um sensor de fumo é um exemplo perfeito disso, de pouco uso sendo se estiver a tocar quando não está ninguém em casa para o ouvir - mas que se estiver integrado com o Home Assistant, facilmente nos pode enviar um SMS ou outro tipo de alerta.

Este projecto dá essa inteligência um sensor de fumo VAKTA da IKEA (de apenas €9.99) com um módulo ESP8266 D1 mini (cerca de €7).

Não é nada de demasiado complexo, tendo a vantagem de utilizar a pilha do próprio sensor de fumo para alimentar o módulo ESP8266. Quando o sinal de alarme de fumo dispara, liga o módulo, que por sua vez se liga à rede WiFi e envia a mensagem respectiva para o Home Assistant via MQTT a dizer que foi detectado fumo.


A ideia é simples e interessante, mas há espaço para melhoramentos. Da forma actual não há forma de saber se o módulo está a funcionar a não ser quando for detectado fumo; pelo que poderia ser melhor implementar um sistema em que o módulo estivesse continuamente alimentado pela bateria, mas em modo de hibernação (com consumo negligenciável), acordando apenas uma vez por dia para dar um sinal de que está tudo a funcionar como é suposto. No caso do Home Assistant não tiver sinal dele durante mais de um dia, poderá alertar o utilizador de que algo de errado se passa para que possa verificar o problema.

Infelizmente, parece que este sensor de fumo VAKTA não está disponível por cá (pelo menos, não o encontro na loja IKEA online)... vamos esperar que seja apenas um lapso que a IKEA rapidamente corrija.

9 comentários:

  1. A forma como está implementado é a ideal... Tê-lo ligado constantemente em hibernação significa que a bateria, em vez de durar o tempo original dura, na melhor das hipóteses uma terça parte... Essa foi a razão pela qual foi feito assim. Seria consideravelmente mais fácil fazer como dizes..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estamos a falar de um consumo de 10uA (0.01mA), não penso que teria um impacto dessa magnitude.

      https://bbs.espressif.com/viewtopic.php?t=133

      Eliminar
    2. Mas esse deep_sleep de que fala implica um "wake_up" externo, em princípio, pelo que percebi... As formas de sleep com wake_up automático consomem bastante mais ..

      Eliminar
    3. Não, o deep sleep mantém o relógio interno a funcionar, pode por o sistema a dormir pelo tempo especificado e ele acorda automaticamente:
      https://www.losant.com/blog/making-the-esp8266-low-powered-with-deep-sleep

      Eliminar
    4. resumindo um sensor que fica por cerca de 18€. nao compensa...

      Eliminar
    5. Carlos Martins, o máximo de tempo possível de deep sleep são 71 minutos, ou seja, acorda cerca de 20 vezes por dia e não 1 como pretendia, ou seja, gasta quase 20 vezes mais...

      Eliminar
    6. Nem por isso. Acorda do ciclo, vê se está na hora de fazer o "check-in", se não estiver nem sequer activa o WiFi e volta a entrar em deep sleep (serão apenas uns ms activo, com consumo que se mantém reduzido).

      Eliminar
  2. Boa Partilha, para quem quiser ter mais conhecimento sobre a plataforma Home Assistant poderá visitar a comunidade Portuguesa Home Assistant em
    https://forum.cpha.tech
    ou site https://cpha.tech

    ResponderEliminar

[pub]