2018/08/27

Deepfakes já fazem pessoas dançar


A tecnologia "deepfake" popularizou-se por permitir aplicar o rosto de uma pessoa a um vídeo de outra pessoa (de forma razoavelmente realista), mas agora temos um sistema que permite mudar por completo os movimentos de todo o corpo... podendo até fazê-los dançar.

A utilização dos deepfakes tem-se tornado cada vez mais comum (e até numa oportunidade de negócio) e, como seria de esperar, era apenas uma questão de tempo até que a transposição digital de um rosto para outra pessoa num vídeo desse lugar à possibilidade de movimentar todo o seu corpo por completo.

O processo é relativamente simples de perceber. Um sistema faz o reconhecimento do vídeo de origem e a detecção da pose da pessoa que faz os movimentos pretendidos, e de seguida faz o mesmo com o vídeo de destino. Depois, aplica a transposição dos movimentos do primeiro vídeo para o segundo, recriado a pose necessária com base nos frames disponíveis com os membros e corpo próximos da posição pretendida.

Para se obter um resultado aceitável é necessário ter cerca de 20 minutos de vídeo (e a 120fps de preferência), mas será de esperar que à medida que a tecnologia melhore isto eventualmente possa vir a ser feito até com vídeo "comum". Portanto, já não basta olhar para o rosto para tentar determinar se se trata de um deepfake: tudo aquilo que a pessoa estiver a fazer, pode na realidade ter sido feita por outra pessoa.

... Para muitas pessoas, poderá ser finalmente a oportunidade que há muito esperavam: de finalmente conseguirem dançar qualquer estilo de dança (pelo menos nos vídeos).

1 comentário:

[pub]