2018/08/03

HMD leva a Nokia ao top 10 dos smartphones


Em menos de dois anos a HMD conseguiu recuperar a marca Nokia nos smartphones, missão que agora é premiada com a entrada no top 10 dos fabricantes de smartphones.

O ano de 2017 sinalizou uma boa entrada da HMD no mercado com os seus smartphones Nokia, com a empresa finlandesa a conseguir vender 1.5 milhões de unidades na primeira metade do ano, valor que quase duplicou para os 2.8 milhões de unidades no terceiro trimestre do ano passado. Os bons resultados continuaram a chegar, com os smartphones Nokia a chegarem aos 4.15 milhões de unidades no último trimestre de 2017.

Categoria 2017 Q4 2018 Q1
Handsets 4.5% 4.3%
Smartphone 1.0% 1.1%
Featurephone 15.1% 14.3%

Segundo os dados da Counterpoint, os smartphones Nokia conseguiram obter 1,1% de quota de mercado no primeiro trimestre de 2018, mas este valor foi ainda insuficiente para a marca entrar nos grupo das 10 marcas que mais venderam.


No segundo trimestre de 2018, a Nokia consegue finalmente entrar na tabela to top 10, mesmo sem melhorar os seus resultados. Esta situação é deveras interessante, pois resulta da queda da ZTE, fruto dos problemas que a marca enfrentou no mercado norte-americano.

A segunda metade de 2018 vai ser um verdadeiro desafio para a HMD, que terá de encontrar formas para continuar a crescer no mercado mobile, pois se não o fizer corre o risco de voltar a desaparecer deste top 10.

2 comentários:

  1. Onde se lê "o fabricante chinês" deveria ser "o fabricante finlandês" pois trata-se da HMD, actual detentora da marca Nokia. É certo que a produção é na china, mas também nos iphones o são e ninguém chama a Apple de chinesa. Mais info: https://en.wikipedia.org/wiki/HMD_Global

    Acredito que tenha sido um simples typo mas chamei à atenção porque creio que merece ser corrigido no artigo. Devemos ter orgulho nesta empresa europeia, caso raro no sector.

    ResponderEliminar

[pub]