2018/08/22

Millennials partilham passwords de serviços com mais facilidade que gerações anteriores


A geração "millenial" já parece ter encontrado a sua versão da "pirataria" dos seus pais e avós, optando por simplesmente partilhar passwords para acesso a serviços como o Netflix.

O desejo de partilhar conteúdos é algo que precede a internet, tendo existido em coisas tão nostálgicas quanto as cassetes com gravações das músicas favoritas, fotocopiar livros que não se conseguiam encontrar nas livrarias, e que no mundo digital deram origem a coisas como o Emule ou Megaupload (para não falar dos newsgroups e outros).

Tudo isto para demonstrar que, mudam-se os tempos, mudam-se as formas de partilha, e isso está novamente a acontecer para a nova geração que já nasceu habituada a ter internet sempre disponível, e para quem os smartphones e tablets são coisas banais que "sempre existiram" e não são consideradas as maravilhas da tecnologia de quem se lembra dos tempos em que um smartphone implicava andar com uma mala atrás.

Segundo um estudo, a partilha de passwords para serviços de streaming como o Netflix é imensamente superior para a geração "Millennial", de 35% face aos 19% dos veteranos da Geração X, e dos 13% dos mais desconfiados representantes dos "Baby Boomers".

Algo que também me parece que poderá estar relacionado com o desprendimento que esta geração tem com a sua identidade digital - a avaliar pelos casos que conheço de jovens que trocam de email como quem troca de camisa, não considerando que isso seja importante (ou então, posso ser apenas eu a ter alguns "maus" exemplos).

... Por outro lado, também pode ser apenas um efeito da desvalorização de um serviço que simplesmente está disponível em suas casas (o pai/mãe é que paga) e que acham que não será uma "grande coisa" partilharem com alguns amigos.

1 comentário:

  1. ... o pai/mãe é que paga.
    E recebem um email de vez em quando da Netflix: "A sua conta foi usada numa PS4 desconhecida. Se estiver tudo bem ignore esta mensagem".
    A Netflix tem a limitação de a conta não poder ser usada em mais do que três (ou cinco, se a subscrição for para 4K) equipamentos distintos em simultâneo.
    Desde que o pai/mãe possam vem sem atrapalhações, como não pagam mais por isso, não há espiga.

    ResponderEliminar

[pub]