2018/09/05

Android Oreo chega aos 14.6%


Um ano após o lançamento, e com o Android seguinte já disponível no mercado, o Android 8 Oreo supera finalmente os 14%, demonstrando o quanto o plataforma Android tem que melhorar a nível da disponibilização das actualizações do sistema.

Depois de alguns meses atípicos sem a actualização da distribuição das diversas versões do Android, a Google voltou à regularidade e a publicar a tabela que revela o estado da plataforma no final de Agosto. Com o lançamento recente do Android 9 Pie, não é por isso de estranhar que esta versão nem sequer conste da lista, que apenas mostra as versões que tenham mais de 0.1%.


No final de Agosto, a distribuição do Android era a seguinte, marcada por um crescimento modesto do Android Oreo, que ainda assim se mantém.


Como curiosidade, o facto de o super-antiquado Android Gingerbread (2.3) ter registado uma subida de 0.1% (vá-se lá imaginar porquê), e de três versões do Android não apresentarem qualquer variação face aos valores do mês anterior.

Já o Android Oreo, sobre dos 12.1% para os 14.6%, isto numa altura em que o que se deseja é ver se a adopção do Android 9 Pie será realmente capaz de ser feita a ritmo mais acelerado que o habitual. Está na altura do Project Treble começar a mostrar as suas potencialidades, permitindo que os diversos fabricantes lancem o Android P mais rapidamente para os seus smartphones.

6 comentários:

  1. Dados incompletos.
    "Esses dados refletem os dispositivos que usam o aplicativo mais recente da Google Play Store, compatível com Android 2.2 e posteriores. Cada resumo de dados representa todos os dispositivos que acessaram a Google Play Store nos últimos 7 dias."
    Na China acedem ao Google Play Store? Nem vêm com os serviços Google instalado.
    E os que têm Android AOSP que não têm serviços Google?
    A percentagem dos Android desactualizados é muito maior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não te esqueças de incluir também todos os Androids que já nem sequer funcionam e foram para o lixo. ;P

      Eliminar
    2. Eu corrijo para não haver dúvidas ;-)
      A % dos Android desactualizados (em funcionamento) é muito maior.

      Tem uma certa graça contar os Androids todos quando é para aumentar o número e os que acedem ao Google Play Store para outra.

      A % indicada no post, que é a usada habitualmente, é enganosa em relação ao total dos smartphones Android (em funcionamento).

      Eliminar
  2. Não acredito que esse treble ser solução para este problema. Vai tudo continuar na mesma

    ResponderEliminar
  3. Há um factor que hoje é inegável, os utilizadores Android estão cada vez mais a optar por marcas que actualizem os seus equipamentos regularmente, isso já muito positivo, mas marcas como a Samsung teimam em não actualizar rapidamente os seus equipamentos penso que muito por culpa do launcher .

    ResponderEliminar

[pub]