2018/09/17

Galaxy Note 9 incendeia-se e faz temer repetição do Note 7


Quando a Samsung pensava já ter deixado para trás todas as memórias do dispendioso incidente com os Galaxy Note 7 explosivos, eis que uma cliente avança com um processo contra a Samsung por o seu Galaxy Note 9 se ter incendiado espontaneamente enquanto estava num elevador.

O caso terá ocorrido no início do mês, quanto a utilizadora terá reparado que o seu smartphone estava a fica extremamente quente, parando de o utilizar e colocando-o na sua bolsa. Passado alguns instantes começou a ouvir sons estranhos, acompanhado por um fumo espesso e tóxico que se tornou bastante preocupante por estar fechada na cabine de um elevador.

Depois de ter carregado "em todos os botões" do elevador e despejado a sua bolsa no chão do mesmo, o smartphone continuou a fumegar até que uma outra pessoa que ia a passar pegou no Galaxy Note 9 e o atirou para um balde de água (nota: se alguma vez se virem numa situação idêntica, nunca atirem um smartphone / bateria de lítio para a água! O ideal será atirá-lo para um balde de areia, ou deixem-no ficar num chão de cimento ou outro material que não seja combustível.) A mulher exige agora uma indemnização e a suspensão da venda dos Galaxy Note 9 nos EUA.

Este incidente está a ser investigado pela Samsung que, como se pode imaginar, não está numa situação em que possa deixar que surjam suspeitas sobre o seu novo Note 9 a respeito da bateria - aliás, a empresa garantiu publicamente que o Note 9 contava com as mais avançadas medidas de segurança a respeito da bateria, para garantir que não haveria qualquer hipótese de repetição do episódio dos Note 9.

Vamos aguardar para ver o resultado da investigação... e se entretanto não começam a surgir mais relatos de Note 9 explosivos.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]