2018/09/16

Google Assistant é o melhor a perceber inglês com sotaque


Um estudo sobre as capacidades de reconhecimento de voz do Google Assistant, Alexa e Siri, com inglês dos EUA e inglês com sotaque indiano e estrangeiro, revela que o sistema da Google é o melhor.

Se usam com alguma regularidade diferentes assistentes, não será por acidente que seja mais provável serem melhor percebidos pelo Google Assistant do que pela Siri ou Alexa. Um estudo da Voicebot pôs as capacidades destes assistentes à prova sob condições controladas, para avaliar a sua capacidade de reconhecimento correcto de palavras, para inglês dos EUA e com sotaque (indiano e chinês), tanto em ambientes silenciosos como com ruído.


No teste de reconhecimento de palavras isoladas, todos os assistentes se portaram bem para inglês dos EUA e inglês com sotaque indiano, com resultados acima dos 90%, mas o Google Assistant é o que se destaca, tendo conseguido um resultado perfeito de 100%, inclusive para inglês com sotaque chinês onde os seus concorrentes caíram para os 78%. (Dá-se também o caso curioso da Alexa ter melhor compreensão do inglês com sotaque indiano - 97% - do que com sotaque dos EUA - 94%.)


Quando se passa para um teste mais próximo do mundo real, do reconhecimento de palavras com ruído ambiente, o Google Assistant leva novamente vantagem, conseguindo reconhecer palavras sem qualquer perda no caso do inglês dos EUA, e perdas reduzidas para o inglês com sotaque, que ficam abaixo das que os concorrentes registam para o inglês dos EUA. (Isto significa que os utilizadores teriam que elevar notoriamente a voz para serem percebidos.)



Falando-se do nível sonoro mínimo para o reconhecimento, o Google Assistant volta a demonstrar a sua superioridade, conseguindo reconhecer palavras com um nível de 30 a 33dB, face aos 36 a 38dB da Alexa e 40 a 46dB da Siri.


Não esquecer que os dB são uma escala logarítmica, pelo que a diferença entre 30 e 40dB corresponde ao dobro do volume. Neste caso, os 30dB correspondem ao sussurrar e os 40-46dB correspondem a um volume de conversa normal.

... Para quem tiver preocupações com a sua privacidade, até poderá preferir que o seu assistente digital não tenha capacidade de ouvir os seus sussurros! :)

1 comentário:

  1. Não podia ser de outra maneira, se o CEO Sundar Pichai é indiano claro que teria de funcionar bem com inglês de sotaque indiano.

    ResponderEliminar

[pub]