2018/09/07

Huawei quer smartwatches com 1 semana de autonomia


A Huawei não lançou nenhum smartwatch novo este ano, mas o seu CEO diz que a empresa continua a trabalhar arduamente neste segmento, estando apenas à espera da tecnologia que permita dar um salto significativo, como atingir uma semana de autonomia.

À primeira vista poderá parecer estranho que a Huawei, que tem lançado dos smartwatches Android Wear mais apetecíveis do mercado (continuo a achar que o Watch 1 é "perfeito" em termos de design) não tenha lançado um sucessor do Watch 2 lançado em Abril de 2017. No entanto, é uma opção que faz todo o sentido, considerando que se o fizesse, seria um modelo que estaria a utilizar o mesmo chip que era utilizado o ano passado - com poucas ou nenhumas melhorias a nível de desempenho ou autonomia.

Depois de anos sem lançar um novo chipset mobile, a Qualcomm vai finalmente fazê-lo em breve (a 10 de Setembro), e aí sim, independentemente do que for apresentado, teremos seguramente todos os fabricantes interessados em nos fazer chegar novos smartwatches com este chip mais eficiente.

Resta saber se este chip que está para chegar será suficiente para as ambições da Huawei, que não só procura atingir a meta da autonomia para uma semana, como também espera conseguir integrar A.I. directamente no smartwatch, para que ele se possa adaptar inteligentemente às necessidades de cada utilizador.


Com uma semana de autonomia, acredito que os smartwatches se tornariam apelativos a uma faixa bastante mais vasta da população, pois actualmente não serão muitas as pessoas ditas "normais" que terão paciência para recarregar um smartwatch diariamente (ou a cada dois dias). Vamos lá ver o que a Qualcomm nos diz no dia 10.

10 comentários:

  1. Arranjem espaço para uma pilha. Dura meses.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso não faz sentido. Uma pilha é o mesmo que uma bateria qual é a diferença? Com ecrã e todas as funcionalidades de um smartwatch actualmente mesmo uma pilha AA durava igualmente pouquíssimo tempo... E já imaginaste a grossura que o relógio teria de ter?

      Eliminar
    2. A química de uma bateria primária que se costuma chamar pilha (usar só uma vez) é muito diferente de uma secundária (de recarregar).
      Uma primária e baixo consumo dura muito tempo.
      Tenho um Lenovo 9 que é smartwatch (pouco) e híbrido e a pilha dura meses. E não tiveram problemas em arranjar-lhe espaço.

      Eliminar
  2. Isto é um falso problema. Pouquíssima gente dorme de relógio, portanto o acto de o colocar na mesinha de cabeceira em cima do carregador de 2 em 2 dias não custa nada, não toma tempo nenhum, e portanto a vantagem de ter um smarwatch com autonomia para uma semana é apenas uma vantagem aparente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sempre. Queres ir passar um fim de semana fora, queres levar mais um carregador? Para quem quiser fazer o tracking do sono (ou tirar partido do alarme via "vibrações"), também terá que dormir com ele.
      Tendo usado uma das braceletes com leituras de freq. cardíaca "constante" (a cada minuto) e com autonomia para 3 semanas... é um descanso!

      Eliminar
    2. Eu tenho o Huawei Watch original e tenho o ecrã sempre ligado, tenho de carregar todos os dias Não me importo mas e o desgaste da bateria. Já deve estar com a bateria com a sua capacidade diminuída, pois já o carreguei praí umas 200 vezes...

      Eliminar
    3. As situações em que mais de 2 dias de autonomia davam jeito são poucas e para um minoria de formas de uso. Eu por exemplo carrego o Apple Watch todos os dias durante 45 minutos mais ou menos entre levantar-me e sair de casa de manhã (durmo com ele porque uso o Autosleep). É mais que suficiente para ter sempre carga.
      A grande diferença destas coisas para os smartphones é que a autonomia de um smartphone varia muito conforme o uso mais ou menos intensivo. Já num smartwatch a duração da bateria é mais uniforme, mesmo que se ande sempre com o GPS ligado, como é o meu caso.

      Eliminar
  3. Concordo com a tua opinião. O Huawei Watch original, lançado em 2015, continua a ser o que tem o melhor Design.

    ResponderEliminar
  4. Tenho o amazfit bip e a bateria dura mais de 30 dias com o ecra sempre on. 😁

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é bem o ecrã sempre on - é ecrã que dá para ver as horas, mesmo com pouca luz.
      É mais semi-on :)

      Eliminar

[pub]