2018/10/25

Facebook Messenger regressa às origens e foca-se nas mensagens


O Facebook fez algo inacreditável: removendo muita da complicação adicionada ao longo dos anos ao Messenger, de modo a que se pareça finalmente com aquilo que se esperaria que fosse: uma app de mensagens.

Embora seja inevitável que as apps e serviços se alterem ao longo do tempo, o que se tem passado em muitos casos é um verdadeiro exagero, com apps que parecem não resistir à ambição de fazerem "tudo e mais alguma coisa", e que parecem esquecer-se do seu propósito principal - muitas vezes dando origem a apps em versão "lite" que se tentam manter fiéis às suas origens.

Surpreendentemente, o Facebook parece ter reconhecido isso e lança um Messenger renovado que volta a assumir a sua funcionalidade principal enquanto app de mensagens.


Ao longo dos anos o Messenger foi ganhando jogos, bots, serviços extra (como os pagamentos)... mas o que mais terá chateado os utilizadores foi a tentativa de também aqui o Facebook tentar impingir as "Stories", em diversas versões. Tudo isto continua a estar disponível no novo Messenger, mas com a maioria das coisas a ficar mais "arrumada", sem se intrometer no uso normal da app enquanto app de mensagens.

É uma admissão que não terá sido fácil para o Facebook, considerando que o Messenger até já tinha como destaque o botão para tirar fotos, e não as mensagens propriamente ditas. Resta agora esperar que outros serviços possam aprender com este passo... percebendo, de uma vez por todas, que por muita tentação que haja em adicionar mais e mais coisas a uma app, convém não se esquecer daquele que será o seu principal objectivo e aquilo que os utilizadores esperam dela.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]