2018/10/23

HTC Exodus só pode ser comprado com Bitcoin ou Ethereum


A HTC continua a procurar uma fórmula que lhe permita regressar aos tempos áureos de outrora, e a última tentativa assenta num smartphone que aposta na tecnologia de blockchain e segurança acrescida para se diferenciar.

O HTC Exodus não deixa de recorrer às palavras mágicas do momento - blockchain - na tentativa de que isso lhe garanta o sucesso. Mas na prática temos apenas um smartphone com características de topo de gama e que também conta com uma secção segura, à semelhança do que muitos outros modelos têm feito (dos iPhones aos mais recentes Pixel com o seu Titan M).

Para este Exodus 1 a HTC apostou num ecrã Quad HD+ de 6", câmara dupla traseira de 16MP, câmara dupla frontal de 8MP, Snapdragon 845, 6GB de RAM, 128GB, bateria de 3500mAh, protecção IP68 e - inadmissível nesta fase - ainda vem com Android Oreo em vez do mais recente Android P. A secção segura do smartphone promete garantir a segurança as criptomoedas e outros tokens; que eventualmente será expandida a outras áreas.

Algumas coisas até são interessantes, como a parte em que a validação da autenticidade do utilizador poderá ser dividida entre vários amigos, sendo necessário haver um consenso entre eles para se poder recuperar a informação "secreta"; mas isso seria algo que poderia ser implementado em qualquer smartphone e não num criado especificamente para isso - especialmente quando o mesmo chega ao mercado com um preço de 0.15BTC ou 4.78ETH (o equivalente a 835 euros neste momento) - sendo que os interessados terão obrigatoriamente que o comprar usando uma dessas criptomoedas.

2 comentários:

  1. Será um sucesso estrondoso, pois toda a gente utiliza bitcoin. :-D

    ResponderEliminar
  2. Mais um fiasco pelo objetivo e público alvo, quem tem ou usa criptomoedas de certeza que não as tem guardadas no smartphone e quantas pessoas que as têm vai querer gastar num smartphone!

    ResponderEliminar

[pub]