2019/01/01

Deepfakes são cada vez mais populares e difíceis de detectar


A tecnologia para criar "deepfakes" está cada vez melhor e mais acessível, e o seu impacto vai-se alastrando a todos os sectores da sociedade.

Os deepfakes, o nome atribuído de forma genérica aos sistemas que permitem manipular o rosto de uma pessoa - quer seja através da substituição de um rosto num vídeo já existente, quer através da manipulação do rosto da própria pessoa - ganhou popularidade ao permitir criar vídeos pornográficos onde as actrizes porno eram substituídas pelo rosto de actrizes famosas de Hollywood que eram inseridos nesses vídeo.

Embora não seja essa a única aplicação desta tecnologia, que de forma igualmente fácil consegue criar um vídeo de um político ou qualquer personalidade famosa (ou de qualquer comum mortal) a dizer ou fazer o que se desejar, continua a ser uma das mais preocupantes. Não faltam actrizes a desabafarem a louca tarefa de tentarem combater estes vídeos falsos, e alertando para que será uma questão de tempo até que este problema se alastre a todos: quer seja por alguém numa escola que decida criar vídeos dos/das colegas de turma, ou dos professores; ou alguém que o faça com colegas de trabalho, ou que crie vídeos com os seus patrões, ou amigos, ou inimigos.

Há quem diga que este tipo de tecnologia não deveria estar tão facilmente acessível a todos... Mas se assim não fosse, apenas serviria para fomentar ainda mais o negócio (já existente) de quem cobra para criar este tipo de vídeos a pedido dos interessados.

... Portanto, talvez seja mais prudente começar a ensinar que não se pode / deve acreditar em tudo o que se vê na internet; nem mesmo quando parece que se está a ver alguém a fazer algo num vídeo.



10 comentários:

  1. Será por isso que o Facebook começou a bloquear contas de utilizador por forma a "proteger" essas mesmas pessoas?

    ResponderEliminar
  2. O vídeo não está disponível na "minha" região?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui funciona bem (via Vodafone).

      Podes tentar utilizar os DNS da Google ou 1.1.1.1 (embora não me pareça que seja disso).

      Eliminar
    2. Usa a VPN da Hola pra mudar a localização, é um aplicativo do Chrome

      Eliminar
    3. O mesmo aqui, com vodafone e OpenDNS

      Eliminar
    4. Excelente ideia. Conheço mas faz tempo que não uso.

      Eliminar
  3. Estou neste momento numa rede MEO (ainda não dá.)

    ResponderEliminar
  4. Agora estou numa rede da NOS e ainda não consigo... :(

    Vou tentar com uma VPN.

    ResponderEliminar
  5. Ok, isto hoje parece que anda negro...

    Esse vídeo será este?
    (pesquisei no Youtube e encontrei isto com o título "deepfakes" no canal do Washington Post)

    https://www.youtube.com/watch?v=0vI6Xw-htBs

    ResponderEliminar

[pub]