2019/02/05

BPI não cobra pelo MB Way - se usado na sua app


O BPI parece ter sido apanhado de surpresa pelo impacto que a actualização da comissão pelas transferências MB Way para €1.20, e não sabe muito bem para onde se virar...

Sabemos que o BPI actualizou o seu preçário para este ano, indicando claramente uma comissão de €1.20 para cada transferência utilizando a app MB Way (e não sendo indicada qualquer informação adicional quanto a condições de isenção). Por outro lado, o BPI tem garantido aos clientes que não se precisam preocupar com esses "detalhes" que se deram ao trabalho de colocar no preçário, dizendo que não irá ser cobrada qualquer comissão. E agora, volta a contradizer-se, dizendo que não irá ser cobrada comissão nas transferências MB Way... mas no caso de se utilizar a app do BPI.



Será assim tão complicado, para uma instituição bancária, fornecer informação fácil de entender? Se não vão cobrar pelas transferências MB Way, que indiquem isso no preçário; se a isenção apenas se aplica à app MB Way, que o digam. Ou, melhor ainda, que expliquem porque motivo é que colocaram a comissão de €1.20 no seu preçário, se afinal nos dizem que não é para cobrar.

De outra forma, que venha o Banco de Portugal elucidar os cidadãos portugueses como é que podem acreditar num preçário que um banco publica, mas opta por seguir ou não seguir, sem dizer como nem porquê.

12 comentários:

  1. Convinha todos os bancos elucidarem se vão cobrar comissões ou não.
    É que se é para começarem a cobrar comissões, desinstalo a app e vou fechar a conta no meu banco e passar para um que não cobre comissões de manutenção de conta (que se calhar já devia ter feito).

    ResponderEliminar
  2. Não é só o BPI, como já havia dito ontem nos comentários o ActivoBank também mostra um custo para o MB Way no preçário e depois não cobra nada. E neste caso é ainda mais caricato porque se trata de um banco que não cobra comissões, por isso a questão de haver clientes que já têm o custo do MB Way reflectido nas comissões nem se coloca. E mais, por duas vezes tentei obter esclarecimentos sobre o custo do MB Way junto do apoio ao cliente e eles próprios não me deram qualquer resposta satisfatória.

    ResponderEliminar
  3. Sinceramente, não acho mal os Bancos cobrar comissões nas transferências bancárias, agora não concordo em nada o valor de €1.20, é completamente abusivo, até €0.30 seria um valor aceitável.

    ResponderEliminar
  4. Na aplicação do BPI em transferir, no canto superior direito tem la "telemovel(MB WAY)", é feito ai.

    ResponderEliminar
  5. O preçário actual do BPI diz que cobra 0,2 euros por transferência MB Way quer no site BPI net quer na APP BPI... Na prática sei que não estão a cobrar nada, mas convinha serem coerentes na informação dada.

    ResponderEliminar
  6. Sendo assim fica tudo na mesma.
    Diga-se em abono da verdade que não acredito que venham a cobrar na app MB Way. Actualmente anunciam 0,20€ é não cobram

    ResponderEliminar
  7. Não é assim que se lava dinheiro? Facturares algo que não existiu... colocar no preçário e não ser cobrado? Como vai ser depois para declarar algo que está no preçário vs quantidade de transferências? Peço desculpa pela teoria da conspiração, mas este país é o paraíso da trafulhice, e questionar tudo é o que me resta :v

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Descreveste todo o mundo bancário. Metes lá o dinheiro, eles usam para o que querem e lhes apetece (investimentos etc.) fazem dinheiro com o teu dinheiro e ainda te cobram taxas e comissões de fazerem nada (simplesmente lá ter o dinheiro parado por exemplo).

      Eliminar
  8. Eu acho que a ideia deles é mais para se protegerem, um dia começam a cobrar e se alguem se queixar, eles dizem que têm o valor no preçario.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que é mais: "Adira à conta ordenado (valor) é não paga comissões, como a de 1,20€ do MB Way. O facto de ninguém pagar não interessa.

      Eliminar

[pub]