2019/02/04

Flexgate afecta ecrãs dos MacBooks Pro desde 2016


Se estavam com saudades de um "Apple-gate", eis que temos um novo que afecta os MacBook Pro dos últimos anos, e provoca problemas no ecrã. Um problema baptizado de Flexgate.

Não estando relacionado com o bendgate do iPhone, este Flexgate está no entanto relacionado com a dobragem dos cabos flexíveis que ligam o MacBook ao ecrã, e cuja operação natural de abrir e fechar vai provocando um desgaste excessivo nos mesmo, criando efeitos como o da iluminação irregular nos LEDs na parte inferior do ecrã.


O problema pode afectar tanto o cabo que transporta a imagem como o que é responsável pela iluminação do ecrã, parecendo ser este o mais propício a falhar primeiro.


Este Flexgate afecta os MacBooks Pro a partir do ano de 2016, sendo que antes disso a Apple utilizava cabos mais robustos para esta função, e que não têm dado problemas "congénitos", como agora está a acontecer com estes.

Considerando que isto apenas se manifesta ao fim de uso prolongado de "abre e fecha", a maioria dos utilizadores vai deparar-se com este problema apenas depois do fim da garantia, e não irá gostar de saber que se trata de uma reparação dispendiosa que pode atingir mais 600 dólares (por os cabos estarem integrados no próprio ecrã e não serem de fácil substituição).

Já foi lançada uma petição a pedir que a Apple lance um programa de reparação para este problema, uma vez que se trata de uma falha de concepção, que neste momento conta com cerca de 11 mil assinaturas.

6 comentários:

  1. Reparo nisso no ecrã do meu MacBook Pro de 2012. Não é tão evidente como na primeira imagem, mas em imagens mais escuras nota-se.
    Curiosamente, há cerca de 1 ano, tive um problema em que o ecrã deixou de ter luz e a reparação foi precisamente de 600€ (dizem que levou uma motherboard nova). Desde aí comecei a reparar mais neste problema…

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se pagaste esses 600€,não te aconselho a ver o canal do Louis Rossmann... Essa avaria custa uns cêntimos a reparar... :(

      Eliminar
    2. Não era problema dos cabos. Eu próprio o abri antes de mandar reparar. Pelo que consegui apurar, foi um chip qualquer responsável pelo controlo do brilho dos LEDs que queimou. Ficaria barato arranjar, caso arranjasse o chip (custava uns $3 mandado vir dos EUA), mas teria de arranjar alguém que se atrevesse a fazer um reballing em condições. Preferi não arriscar… E embora seja um Mac de 2012, por 600€ não comprava nenhum portátil melhor para substituí-lo :)

      Eliminar
    3. Acer Swift 3, 14", IPS, full hd, 256ssd m2 upgradable, 8 gb de ram, 9ish horas de bateria, 8th gen intel, teclas retroiluminadas, fingerprint reader, portas usb3.0

      650€

      Eliminar
  2. Começa a tornar-se de certa forma divertido (ou trágico?) assistir aos capítulos da novelas que é a corrida entre o gato (a Apple) e o rato (os seus clientes) sempre que o rato dá de caras com a cauda do gato.

    ResponderEliminar

[pub]