2019/03/28

Apple viola regras da App Store a promover Apple News+


A Apple foi novamente a usar "dois pesos e duas medidas" ao promover o seu próprio serviço Apple News+ de forma que não permite aos outros.

O Apple News+ pode ser visto como sendo um Netflix para acesso a revistas, e a Apple não está a olhar a meios para o promover - mesmo quando isso representa violar algumas das suas regras.



Segundo as regras definidas pela Apple, qualquer serviço de subscrição que ofereça um período de testes gratuito deverá indicar, de forma clara: a duração do período de testes, o valor a pagar após o período gratuito, e as condições das renovações automáticas. Informação que não consta na página de adesão ao Apple News+.



Também em causa está a utilização do botão "Try it free" que a Apple está a usar, que parece inocente, mas cuja utilização já valeu a rejeição de várias apps, com a Apple a dizer que os utilizadores não devem ser enganados e que deverá ser exibido o preço ou a indicação de que estão a fazer uma subscrição.



Regras que, como se pode ver no ecrã de subscrição do Apple News+, são completamente desrespeitadas e que garantidamente dariam direito a que a app fosse rejeitada... caso fosse de qualquer outro developer que não a própria Apple - e às quais acrescem a ausência de links para a política de privacidade, páginas de suporte, informação sobre como cancelar, também exigidas pela Apple... para os outros.

4 comentários:

  1. A hipocrisia dos mais poderosos nunca tem limites nem tão pouco vergonha.

    ResponderEliminar
  2. A UE precisa de olhar para a Apple como olha para a Microsoft ou para a Google, estão a precisar de umas multas, esta situação está em linha com a queixa feita pelo Spotify, vamos ver o desenrolar do novelo.

    ResponderEliminar
  3. Um caso clássico do "Olha para o que eu digo, não olhes para o que eu faço" :)

    ResponderEliminar

[pub]