2019/04/28

DNS sobre HTTPS vai proteger privacidade dos utilizadores


Os crescentes abusos a nível de monitorização e bloqueio de acesso a determinados sites vai tornar-se mais complicado com a crescente adopção do DNS sobre HTTPS, que dificulta a tarefa dos próprios operadores saberem que sites os seus clientes estão a visitar.

A maioria das pessoas já estará familiarizada com o HTTPS, sabendo que garante a segurança da ligação entre o seu browser e o site de destino, de modo a que ninguém que esteja a espiar a ligação possa saber que dados estão a ser transferidos. No entanto, o passo inicial de aceder ao site, utilizando o DNS para converter o nome do site no seu endereço IP continua a revelar que site se está a visitar.

É precisamente isso que o DNS sobre HTTPS pretende resolver, garantindo que até o nome do site estará encriptado e impedindo que os operadores saibam que site se está a aceder.

Isto não equivale a utilizar uma VPN, permitindo que os operadores continuem a saber com que IP estamos a comunicar, mas considerando a utilização de serviços CDN como a Cloudflare, que servem de intermediário a milhões de sites, o IP desse serviço não será suficiente para revelar que site específico estamos a visitar (no entanto, se visitarmos um site que tenha um IP único, continuará a ser possível saber de que site se trata, mesmo que inicialmente não se soubesse o seu nome.)

... Como temos dito há muito: a aplicação de cada vez maior controlo e desejo de monitorização resulta inevitavelmente no desenvolvimento de novas formas de garantir a privacidade dos utilizadores.

1 comentário:

[pub]